sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

ESPÍRITO EM CENA - FINAL DE TEMPORADA!!!

Nesta nossa última postagem do ano, pois, vamos dar um descanso aos nossos leitores, assim como nos renovar para voltarmos em 2011 mais inspirados, vamos fazer um breve balanço do que foi este ano para nossa Cia.

Trabalhamos este ano com dois espetáculos quase simultaneamente, “As Notas” peça que começamos em 2009 e acabou por invadir este ano com apresentações até setembro, uma grata surpresa porque ao mesmo tempo começáramos a trabalhar com “Nós Somos Encantados” e então conciliamos as duas peças e para surpresa maior ainda refizemos parte de “Rascunhos” A peça 4 em 1 de 2008 para duas apresentações uma no CEU Cidade Dutra e outra no CEU Feitiço da Vila, ensaiamos muito em um dado período que foi de julho a setembro então com três peças para alguns atores da Cia. Uma experiência diferenciada porque trabalhamos com linguagens e personagens em total contraste, uma hora estávamos no drama, outra na comédia e outra em uma comédia rasgada cheia de nuances, eu particularmente adorei essas transposições diferentes de texto, e personagens, sair de um e ser o outro foi uma experiência de crescimento como ator e diretor, trabalhar com diferenças, com objetivos de proposta de trabalhos que em si nada tinham a haver abriu um leque de possibilidades que podemos realizar sem medo, é encarar e fazer. Ser camaleão é um dos traços exigidos para nós atores mudarmos sentimentos, corpo, voz, olhar em cena é um exercício de personalidades gratificante para conhecermos a nós mesmos e saber até que ponto podemos ir.

Penso que para todos os atores da Cia fazer “Nós Somos Encantados” foi um grato presente para que todos conseguissem sentir as mudanças necessárias a serem feitas entre uma e outra personagem. Para alguns houve uma certa dificuldade em encarar personagens mais densos dramaticamente com mais características de personalidade, de uma cena para outra ser o outro. Outros conseguiram isso com maestria sem grandes tropeços, contudo ainda precisamos aprender muito, precisamos ganhar mais segurança, mais confiança, estamos a desenhar nosso rumo dentro do cenário da encenação, buscamos algo que ao mesmo tempo atinja o público e deixe sua mensagem sem ser banal, cada trabalho novo é sempre um desafio, a busca é eterna isso não tenho dúvidas sempre vamos querer superar o último trabalho e seguir adiante sem medos de arriscar novas propostas e linguagens.

Encerramos 2010 com exercícios no último domingo com convidados especiais, foram jogos teatrais dinâmicos para mexer com a base de cada ator e deixar que se jogassem ao máximo dentro das encenações improvisadas, todos se saíram bem. Em seguida fiz um balanço de cada ator comentei o que evoluíram e aquilo que necessitam aprimorar ainda, no geral considero que todos nós andamos mais um passo dentro do cenário da atuação, todos nós conseguimos superar algo e tropeçamos em outros, normal, o ator que se achar perfeito já caiu, porque a cada momento, trabalho, situação o ator tem mudanças e sempre algo novo a aprender, a enriquecer sua própria personalidade. 2010 foi um excelente ano em muitos pontos.

Para 2011 tenho alguns projetos em mente pelo menos duas peças na cabeça e se der tempo mais uma pode despontar pelo ano que entra. Tudo é possível vou deixar o tempo falar por si mesmo, estamos com as atividades encerradas voltamos aos ensaios dia 06 de fevereiro com força total, trabalho não falta isso sem dúvidas. Agradeço a colaboração e apoio de muitas pessoas que acreditam no nosso trabalho e sempre estão a doar suas mãos para que tudo possa dar certo, muito obrigado a todos que nos assistiram, riram, se emocionaram com nossas histórias. 2011 seja de grande alegria para todos nós.

Hoje véspera de Natal dia que devemos lembrar de Jesus, dia de muita alegria, energia, afinal sem os ensinamentos desse Grande Irmão nós não estaríamos no estágio em que estamos, vamos ser felizes porque isso depende totalmente de nós e de mais ninguém! Natal é a melhor temporada do ano, pena que passa tão rápido, já sinto saudades, vamos celebrar com nossos corações em Jesus, brincando de Papai Noel, vendo as luzes nas árvores, rindo com a família, os amigos, essa celebração é divina por fazer reunir todos os afetos e desafetos e cada um aprender a lidar com isso, há melhor data do que esta para colocar o evangelho de Jesus em prática? Sejamos acima de tudo Cristãos!!!!

Merry Christmas!!!! Happy New Year!!!!


"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Christmas Songs - Muitas músicas para fazer o clima auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu é Natal!!!!!!!!!





"Vídeo Arte" - Christmas Festival - "Snnopy´s Christmas" - O Natal do Snoopy - Viva natal auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu é Natal!!!!!!!!


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

ALMA CULTURA - DE OLHO NO CONTEÚDO!

A cultura neste ano foi expressiva em muitos campos, teatro, televisão, cinema, enfim as artes em geral mostraram força e perspectivas para novos destinos, novos caminhos, a arte tenta se reinventar em vários processos experimentais e ao mesmo tempo mantém os modelos tradicionais que fazem sucesso perante o público.
O teatro apesar de muitas peças não contarem com patrocínios e incentivos conseguiram se manter em cartaz, os musicais foram um grande destaque esse ano, todos com incentivos e grandes produções: “Hairspray”, “Mamma Mia”, A Gaiola das Loucas”, “Cats” e tantos outros mostraram a capacidade de produção aqui no Brasil deste tipo de teatro apesar de muitas críticas contra o processo importado que em muitos casos precisa seguir regras rígidas na montagem. Mas há campos para todos essa questão de patriotismo deve ser deixado de lado para que tudo possa ser feito e arte é global não podemos nos fechar em grupos e criar rivalidades todos podem e devem fazer aquilo em que estão mais ligados.
Muitas peças brilharam, destaco principalmente “39 Degraus” uma grande surpresa em se tratando de teatro de comédia com cenas rápidas história bem trabalhada, corpo, voz, tudo encaixou-se no ponto certo. “Corra como um Coelho” foi uma grata surpresa de ousadia em todas as formas, texto, direção, interpretação, comédia para poucos. “Simplesmente Eu, Clarice Lispector” foi um show de Beth Goulart em todos os sentidos que balançou nossa alma. Mas uma com certeza marca “Policarpo Quaresma” uma peça de encher os olhos com sua teatralidade exata com interpretações de qualidade. E muitas outras peças cumpriram suas trajetórias de forma brilhante, apesar da falta de apoios diretos a cidade chegou ter em cartaz mais de 200 peças por semana o teatro é uma batalha incansável que coloca toda arte para ser executada e mostrada, o palco é de todos.
A televisão vem em tentativas de inovações. Os reality shows impesteiam as emissoras com programas que não levam nada ao público infelizmente, é uma praga que pegou, até quando? Mas algumas coisas se salvaram a série “Separação” foi de uma criatividade imensa dentro do tema seus episódios eram uma grata surpresa, apenas os últimos episódios foram um pouco abaixo da expectativa, mas a série fez sua lição de casa para o público. “A Grande Família” continua a ser o prato predileto de todos com audiência em alta o programa conquista a família com seu jeito natural de retratar o dia a dia de todos nós. Houve ainda “A Vida Alheia”, “A Cura”, “Clandestinos”, “As Cariocas” séries curtas que mostram a tentativa de inovar a dramaturgia televisiva, nem todas claro com qualidade e empatia, algumas derraparam feio. E as novelas continuam a ser a audiência predileta de todos, apesar que percebe-se que há uma busca de renovação de saber exatamente que caminho seguir com uma obra longa como a telenovela. Neste ano duas se destacam “Escrito Nas Estrelas” por inovar em um tema já exposto por outras novelas, mas que soube surpreender o público desde o primeiro capítulo mantendo o nível de narração e interpretação. Contudo o grande sucesso é o remake de “TITITI” a novela de 1985 ganhou uma roupagem moderna e totalmente inspiradora de Maria Adelaide Amaral com uma comédia de primeira qualidade com interpretações precisas e felizes de todos os atores, um casamento perfeito de passado com o presente, para nós a novela do ano com certeza.
No cinema foi o ano do 3D efeitos que ficam cara a cara com o público, vários filmes se destacaram nessa linha e foram sucesso, eu não assisti a nenhum deles, aliás preciso dar mais espaço ao cinema em 2011.
Enfim a arte e a cultura estão em movimento para novos modelos de criações, novas formas que possam agarrar o público. Entretanto o mais importante é que de alguma forma a cultura esteja inserida dentro de todos os tipos de arte, que haja qualidade em todos os níveis e que o público lute por uma produção de qualidade e conteúdo nas artes em 2011 e não aceitemos tudo como arte e cultura, saibamos ser seletivos!
2011 vem aí cheio de expectativas, mas que elas não sejam na tecnologia mas na qualidade!
Alma Cultura está de olho no conteúdo....



"Vídeo Arte" - Geraldine Mcqueen - "Once Upon a Christmas Song" Mais uma vez uma canção de Natal - E vamos produzir muitas canções com energia e alegria! Natal com mais loucuras!!!


"Vídeo Arte" - Bryan Adams - "Something About Christmas Time" - Algo sobre a época de Natal - Enfeites, cores, luzes, neve, árvores, vibrações divinas , Jesus!!! Tudo isso é Natal!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

ESPÍRITO DA ALMA - PRESEPADA DE NATAL - FINAL!

CENA 03 (Tânia e Jair algemados Ulisses e Nilton trocam a posição das mãos colocam elas algemadas por trás. Todos na frente da árvore de Natal, música natalina continua a tocar, pode ser uma variação as músicas mudam naturalmente enquanto a cena continua. Tânia e Jair atônitos com as últimas palavras dos policiais.)
Tânia – Que espécie de fantasia?
Jair – Na época do Natal não deve ser nada muito perigoso...
Tânia – O que você chama de perigoso?
Ulisses – Os dois estão falando demais...
Nilton – É pode parar bico fechado, afinal os meliantes são vocês.
Tânia – Meliante? Nossa o que foi que eu melei...
Jair – As compras das madames...
Ulisses – Primeiro vamos colocar essas vendas nos olhos de vocês. (Os dois tiram dois pedaços de panos do bolso e vendam os olhos de Tânia e Jair.)
Tânia – Isso é seqüestro Ulisses...
Jair – E nossa amizade Nilton???
Nilton – Já falei cada um na sua.
Tânia – Olha eu começo a duvidar que vocês sejam policiais?
Jair – O que eles seriam??? Ladrões disfarçados???
Ulisses – Nossa fechem a boca...
Nilton – Parecem duas matracas. Vamos levar de vez esses dois.
Tânia – E agora?
Jair – Tem que fazer esse tipo de pergunta?
Tânia – O que quer que eu pergunte: “Quanto custa o quilo do tomate?” Ah vão nos levar para onde?
Jair – Conhecer algum ponto turístico da cidade... A cadeia!
Ulisses – Deveríamos ter amarrado o pano na boca deles.
Nilton – Calma agora é só girar.
Tânia – Girar o quê?
Jair – O teu cérebro...
Tânia – Gente é Natal não faz nada de mal...
Jair – É Natal vamos virar mingau... (Ulisses e Nilton giram os dois sem tirá-los do local. Eles gritam.)
Jair e Tânia – Aiaiaiaia, uiuiuiuiu, ohohohohoh..... (Eles param de girar. Tânia e Jair param de frente para o público no mesmo local. Música continua a tocar.)
Tânia – Já parou assim tão rápido?
Jair – O que você queria girar eternamente?
Ulisses – Bem agora podemos começar a brincadeira.
Nilton – Está na hora.
Tânia – Na hora do quê?
Jair – De você virar pasteleira, vai fritar pastel para os policiais...
Tânia – Eu nem sei fazer ovo...
Jair – E se faz ovo?
Ulisses (Irritado.) – Parem vocês dois, além de deixarem todos os clientes do shopping transtornados agora querem nos enlouquecer!
Nilton – Vamos preparar a surpresa?
Ulisses – É pra já! (Os dois saem de cena.)
Tânia – Que silêncio...
Jair – Acho que eles se foram....
Tânia – Vamos tirar as vendas...
Jair – E se eles voltarem?
Tânia – Será?
Jair – Pode ser... Quer saber vamos tentar. (Os dois tentam se aproximar quase caem. Começam a esfregar os rostos para tentarem tirar as vendas fazem uma ginástica com o corpo, empurra, dão cabeçada e quase se beijam...)
Tânia (Sem jeito.) – Melhor parar não vai dar certo.
Jair (Meio confuso.) – Que enrascada. Tudo por causa do Papai Noel...
Tânia – E eu com minha vontade consumista avassaladora... (Ulisses e Nilton voltam carregando algumas coisas nas mãos entram assoviando uma canção natalina.)
Jair – Ih voltaram...
Tânia – E assoviam mal.
(Ulisses e Nilton colocam ao redor deles no chão imagens pequenas de um presépio as ovelhas, o pastor, a manjedoura, podem tirar do bolso algumas imagens, um anjo, Maria e José, Jesus colocam na manjedoura então colocam Jair do lado esquerdo e Tânia do lado direito.)
Tânia – Nossa onde será que estamos agora?
Jair – Isolados do mundo, perdidos...
Tânia – E essa roupa toda começa a dar um calorão.
Jair – Tô pingando em todas as partes...
Ulisses – Cortar a língua de vocês seria o ideal.
Nilton – Vamos tirar a venda.
Tânia – Nossa a tortura será a olho nu.
Jair – Preferia não ver nada. (Ulisses e Nilton tiram as vendas dos dois.)
Tânia (Surpresa.) – Nossa é um presépio...
Jair (Surpreso desapontado.) – Estamos no mesmo lugar, nem saímos, só rodamos e agora somos parte de um presépio? É isso?
Ulisses – Fomos incumbidos de fazer este presépio, mas faltavam algumas imagens e então resolvemos dar um jeito na situação, vocês realizam assim nossa fantasia.
Nilton – Uma fantasia divina para que muitos possam ver a verdadeira essência do Natal.
Jair – Isso é loucura plena.
Tânia – E quem nós somos Maria e José? (Jair olha para ela inconsolado.)
Jair – Repara nas nossas posições...
Ulisses – Você a vaca (aponta para Tânia.) e você o burro (aponta para Jair.)
Nilton – Fazem parte do reino animal irracional, não pensam....
Tânia – Que descaso, terminar como vaca de presépio...
Jair – E eu o burro, mas deve estar certo mesmo só um burro para fazer o que eu fiz...
Tânia – É pensando melhor fui uma vaca querendo todas essas roupas... Ulisses, Nilton e as algemas vão ficar assim? Isso já nos deu problema...
Ulisses – Que tipo de problema?
Jair – Nem queira saber...
Nilton – O que acha Ulisses?
Ulisses – Vamos completar o quadro. (Eles saem de cena.)
Jair – Vamos aproveitar para fugir.
Tânia – E deixar todos sozinhos?
Jair (Olha para ela sem entender.) – Todos quem?
Tânia – As imagens do presépio.
Jair (Ele olha para Tânia para a plateia olha de novo sem acreditar no que ouviu. Quando ele insinua fugir Ulisses e Nilton voltam com duas capas com pelos ou podem ser desenhadas com ilustrações fingindo ser uma de burro e outra de vaca.)
Nilton – Onde pensa que o moçinho vai???
Jair (Sem jeito) – Pedir desculpas para o papai Noel?
Ulisses – Fica na sua cara se não é cana.
Nilton – Vamos terminar o serviço. (Eles colocam as capas nos dois a de vaca em Tânia e a de burro em Jair.)
Ulisses – Pronto agora só falta um detalhe... (Ele pega atrás da árvore um par de orelhas de vaca e de burro e os dois colocam nas cabeças de Tânia e Jair.)
Nilton – Perfeito!
Tânia – Que fim romântico!
Jair – Eu mereço...
Ulisses – Vamos terminar nossa fantasia...
Nilton – Precisamos música adequada... E vocês dois se comportem como vaca e burro. (Entra música e Jair e Tânia olham com ar complacente para o presépio, para manjedoura onde está Jesus. Ulisses e Nilton ficam em posição de sentido olham com cuidado todo presépio emocionados. Jair e Tânia trocam olhares sem entenderem nada. Os dois policiais se aproximam da manjedoura e erguem para o alto juntos a imagem de Jesus e desfilam pelo palco. Jair e Tânia acompanham o pequeno cortejo. Ulisses e Nilton saem de cena. Jair e Tânia se olham. Passam alguns minutos e nada dos policiais voltarem. Música abaixa.)
Tânia – Será que eles se foram de vez?
Jair – Tomara. Só nos deixaram algemados.
Tânia – Então vamos nos livrar delas agora. (Eles se aproximam ficam de costas um para o outro e fazem uma ginástica corporal para poderem se libertarem. Até que conseguem soltar as algemas.)
Jair – Estranho...
Tânia – Elas pareciam abertas... Aqueles loucos não usaram a chave...
Jair – Exatamente, nos ameaçaram, criaram uma situação e podíamos ter fugido...
Tânia (Olha o presépio.) – Faz um bom tempo que não via imagens assim tão perfeitas... Sabe que eu não monto meu presépio faz tempo...
Jair – O meu joguei fora. (Ele olha com mais atenção.) – Só que esses doidos levaram o menino Jesus.
Tânia – Tudo bem ele está aqui. (Ela aponta o coração. Ele olha e dá uma risada leve.) – Vou tirar essas roupas todas, chega dessa loucura quero ser eu de novo.
Jair (Concorda.) – Você está certa! (Os dois tiram todo excesso de roupas e ficam com suas roupas normais. E se olham.)
Tânia – E agora como vai ser o Natal?
Jair – Penso que bem diferente. (Os dois riem. Pegam as imagens que estão no chão e carregam com eles que saem de mãos dadas. As roupas e a árvore ficam em cena. Música toca. Na coxia se ouve alguns barulhos como de alguém a chegar. Vozes de Jair e Tânia da coxia.)
Tânia – Não pode ser...
Jair – Mas parece. Não isso deve ser ilusão...
Os dois (Gritam.) – Uau!!! Papai Noel existe! (Eles riem e as risadas se mituram com as risadas de Ulisses e Nilton. Música aumenta. Luzes apagam do palco só fica a árvore acesa.)


FIM



"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Train - "Shake Up Christmas" - Movimente-se para mudar o Natal!!! - Ações de mudanças é o que precisamos de nós mesmos para um Natal Natal!!!!


"Vídeo Arte" - Christmas Festival - "Home For The Holidays" - Em casa para os feriados! - Melhor lugar para se estar nessa época é nossa casa!!! Natal em casa!!!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O ESPÍRITO - SACUDAM O PERISPÍRITO!!!

Durante esse ano nossa coluna “O Espírito” falou sobre diversos temas tendo como base os livros “O Consolador” de Emmanuel (espírito) e “Nas Fronteiras da Loucura” de Manoel Philomeno de Miranda (espírito), textos que nos esclarecem sobre nossa alma e as consequências de nossas ações em nossa vida.
Textos para reflexão, estudo afinal falamos de nosso espírito. Por isso a última coluna do ano deve ser um pouco diferente ao invés de um texto de um livro, vamos falar um pouco de nosso espírito.
Como vai ele? Como foi o ano que passou? Quais novas atitudes tomamos? Quais renovações provocamos? Em que momentos da vida praticamos o evangelho de Jesus conosco e com o próximo?
Somos espíritos eternos em busca de muitas coisas. Mas que coisas são essas que desejamos tanto? Em alguns momentos nem sabemos ao certo o que realmente queremos da vida, com a vida, pela vida.
Por que complicamos o que é simples? Somos masoquistas? Loucos? Quanto ainda falta para compreendermos o valor correto da vida? O que vale a pena mesmo?
Na nossa dimensão de loucuras o melhor é viver da forma que nossa consciência pede. Sem receios, sem medos, sem culpas, sem pressões. É analisar fatos, situações, nós mesmos, com quem estamos, a relação humana e com um discernimento coerente e lógico seguir o melhor, o equilibrado dentro do nosso padrão de entendimento, de conhecimento, nosso espírito vai se modelar mediante as experiências que tivemos e os exemplos que seguirmos segundo nosso livre arbítrio que gerará conseqüências boas ou ruins conforme agimos. O que não podemos é ficar parados neutros perante a vida sem um objetivo, sem metas, sem destino, nesse ponto estamos a jogar a vida fora. Mesmo com dificuldades, com dores físicas ou morais há sempre uma saída para novas perspectivas e elas estão em nós.
Todo esse discurso é velho, mas é necessária a repetição para que nosso espírito ache seu lugar na vida, porque ele existe e muitas vezes somos nós que negligenciamos o valor que a vida nos dá por sermos teimosos, cheios de desejos fúteis, melindrosos etc e tal...
Não adianta brigarmos com a vida ela primeiro nos dá o que merecemos, as situações acontecem porque provocamos nada é de graça, assim por que ainda nos acharmos com direitos, fazermos discursos falsos, se ficamos a discutir que tudo está contra nós? Como somos difíceis...
Somos o espírito, somos nós que decidimos nosso destino, somos nós que estamos a viver as situações atuais porque foram na verdade todas elaboradas por nós, por que reclamar espírito? Vamos balançar essa vida eterna porque se ela continuar assim seria melhor que não fosse eterna... É muita mesmice por muito tempo vamos sacudir o perispírito galera e viver eternamente como se deve!!!
Que 2011 possa ser de novas fronteiras para nosso espírito, contudo lembrem essas fronteiras são abertas por nós....



"Vídeo Arte" - Christmas Festival - "Have Yourself A Merry Little Christmas" - Tenha você um pequeno feliz Natal!!! - Não importa o tamanho importa o que sentimos no coração!!!


"Vídeo Arte" - Barbra Streisand - "Christmas Memories" - Memórias de Natal - Quantas não temos nesses anos todos?? Quantas cenas? Quantas lembranças?? Melhor época do ano!!!



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

CRÔNICA DA ALMA - SEM BALANÇO!!!

Chegamos à semana do Natal, o que parecia ainda tão distante está aí a bater em nossa porta. Conclusão o ano 2010 chega ao seu final, poucos dias nos restam, poucas horas de um ano que não passou, voou com combustível atômico nos deixando todos atônitos e com a sensação que nos esquecemos de fazer algo no decorrer dos meses.
Será que algo foi deixado para trás? Sim isso eu não tenho dúvidas, eu mesmo esqueci muitas coisas, pessoas (algumas merecem ser esquecidas), objetos, papéis, enfim todos somos esquecedores, faz parte da natureza humana, esquecer, deixar pra lá, e assim vamos viver aquilo que nós escolhemos porque esquecer é também uma escolha, na realidade penso não estávamos afim daquilo, de estar com a pessoa, de fazer algo, e então nosso cérebro deve entender isso como um arquivo chamado “esquecer” e a vida nossa vai com esquecimentos e tudo mais. O melhor de tudo isso é que não me sinto culpado pelos esquecimentos de modo algum é seguir se lembrar tudo bem, se não uma hora a vida nos lembra!
Fim de ano tem aquela mania de fazermos balanço do que aconteceu, do que foi bom ou ruim etc e tal. Na verdade devíamos pensar em seguir a vida simplesmente porque esse balanço deve ser feito todos os dias para analisarmos no que erramos e no que acertamos e tentar corrigir no decorrer do ano e não só ver isso neste período como se a mudança do calendário fosse resolver tudo.
É uma época diferente tem todo um agito pena que seja um agito mais voltado para o material, contudo é válido porque de alguma maneira as pessoas tentam ser mais complacentes uma com a outra, não vou falar aqui das hipocrisias, falsidades, e tudo mais que sabemos que existem entre nós seres humanos, o que precisamos é saber viver com tudo isso sem nos abalarmos, lidar com tudo isso na boa, afinal tudo ruma para o melhor e essas situações dependem de nós mesmos que entrem nos eixos.
Nós como almas em desenvolvimento devemos conhecer profundamente nosso eu, gostar da maneira que somos, ver o que podemos reformar dentro de nós, procurar nos incentivar com a vida sermos participativos, criadores, movimentadores, usar nossa vontade acima do limite e fazer muito por nós mesmos e com certeza atingíramos os outros, é uma onda quando começarmos a agitar o mar que nos rodeia vamos levar muitos conosco.
Devemos parar com o julgamento indevido, com o melindre, com as palavras de pessimismo, com as reclamações, isso fará um bem danado a nossa alma, vamos nos libertar das impurezas sutis que carregamos achando que os outros são os culpados, as situações nos fazem de vítimas, que o mundo está contra nós, isso não existe, vamos cair na real e viver como se deve.
Essas atitudes fazem com que o ano acabe bem e comecemos o próximo com outra forma de ver o mundo e as pessoas, que todas são falhas, que todas erram que nós falhamos e erramos em muitas ocasiões mais que os outros, assim estamos na mesma nave a viajar, tentemos pelo menos fazer da viagem algo mais agradável, confortável isso será para nosso próprio bem!!!
Última Crônica da Alma do ano, muito a dizer, pouco a escrever. Um ano onde escrevi tudo o que acho deveria ter colocado aqui neste espaço, espero que de alguma forma tenha feito quem leu refletir porque não tenho o dom da palavra e todos nós estamos a aprender com a vida em todos os estágios.
2011 é ainda um mistério, tudo está aberto a novas aventuras, vamos continuar o que somos, o que fazemos, contudo ao mesmo tempo novas perspectivas se abrem a nossa alma!



"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Destiny´s Child - "Rudolph The Red-Nosed Reindeer" -Rodolfo a rena de nariz vermelho! Se pudessemos voar que maravilha seria...


"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Mariah Carey - "Santa Claus Is Coming To Town" - Papai Noel está vindo para a cidade - E está bem perto quase aí.... Vamos nos preparar para viver uma das melhores fantasias da infância que se guardarmos no coração seremos seres humanos diferentes no sentido de sentimentos!!!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

ESPÍRITO EM CENA - CICLOS!!!


No último sábado nos apresentamos no Teatro escola Nill de Pádua na Saúde. Um teatro pequeno, mas acolhedor cabe no máximo 60 pessoas e tem um palco bom para encenação. Nossa apresentação estava marcada para às 20:30 chegamos às 19:15 com tempo suficiente para colocar tudo em ordem e começar o espetáculo.
Uma coisa que notei em todas as apresentações nossas desta peça é que sempre algo fica esquecido, algo acontece, todas sempre tiveram problemas. Nesta não podia ser diferente, esquecemos de trazer um LP para ser quebrado, um cd da peça ficou preso no aparelho do teatro e quase não tocou mais, ou seja, essa peça por ser grande e ter tanto detalhes e coisas para carregar parece que sempre fica algo para trás e uma situação se apresenta pouco antes da apresentação. Porém conseguimos solucionar tudo e o espetáculo acontece afinal tudo tem jeito.
Parecia um deserto durante a apresentação um calor insuportável, todos os atores suando, a coxia fica em cima de uma pizzaria e o forno estava a toda e isso foi contagiando tudo, tinha horas que eu não conseguia trocar de roupa de tão molhada, e o calor apertava.
Nossa apresentação foi boa para regular, nosso grande problema com essa peça é que ela é grande não cabe em palcos pequenos e a adaptação a lugares menores não foi satisfatória em nenhuma apresentação. Assim o espetáculo transformou-se em todas as encenações com mudanças necessárias mediante ao palco que tínhamos. E claro isso influencia de certo modo o andamento da peça, para alguns é fácil a adaptação para outros nem tanto então se acaba por cair em certo desconforto durante a apresentação onde todos precisam estar atentos as situações criadas pelo ambiente.
Era impossível o elenco todo ficar no palco, nas danças não tínhamos espaço suficiente para dançar, assim eu depois de certas cenas não fiquei mais no palco e pedi para os atores só ficarem na cena em que estivessem, pois, era descômodo e visualmente cheio de falhas.
O público parece que gostou ao final havia umas 20 pessoas um bom público. Conquistar nova plateia tem sido um desafio quando se é uma Cia de teatro desconhecida e sem ninguém famoso em cena e sem patrocínio tudo anda pelas nossas pernas e isso não é tão simples assim requer muito esforço e boa vontade para colocarmos uma peça em pé.
Amanhã faremos a última apresentação de “Nós Somos Encantados” encerrando definitivamente a nossa temporada desta peça. Não tenho intenções de continuar com ela na próxima temporada de 2011, não me sinto satisfeito com o resultado, foi regular não atingiu aquilo que eu esperava. Como exercício de encenação e atuação para os atores penso que foi positivo para todos nós aprendermos e ficarmos atentos as mudanças de sentimentos, atitudes, ações em questão de minutos, acho que nesse ponto foi gratificante, contudo no geral o espetáculo não rendeu o suficiente em termos de encenação, assim vou arquivá-lo para quem sabe nos 65 ou 70 anos da televisão poder montá-lo com maior condições, quem sabe com um patrocínio que nos dê condições de realizar como se deve um espetáculo deste porte. Na verdade nossa Cia está passando por uma fase de mudanças de achar seu caminho, sua estrada, assim percebo que muito se modificará em 2011.
Para 2011 tenho alguns projetos em mente e uma das mudanças será realizar peças com elenco reduzido, poucas personagens para melhor trabalhar encenação, atuação, personagens, tenho dois projetos em andamento que assim que estiverem mais elaborados estarão em nosso site. Em 2011 vamos continuar com nosso Projeto Social que provavelmente passará ser aos sábados. Vamos realizar uma oficina de teatro nos dias 29 e 30 de janeiro ao custo de 10 reais por pessoa, vamos brevemente colocar em nosso site também. Além de iniciar nosso Núcleo de Pesquisas em fevereiro, projetos não faltam galera, é trabalhar com vontade e muito esforço. E claro começaremos a preparar os preparativos para nossa comemoração dos 5 anos da Cia em julho, aguardem muitas notícias sobre nossos futuros projetos.
Amanhã galera quem quiser conferir o encerramento definitivo da temporada de “Nós Somos Encantados” vejam em nosso site:
www.ciadeartesalmaespirito.com.br o local e horário e vejam o cartaz publicado acima no blog. E por falar em blog a próxima semana será a última semana do blog na temporada 2010 assim curtam esses últimos dias de textos para quem acompanha nosso blog diariamente, alguém acompanha???

SOM & FÚRIA!!!!
Álbum Alma Espírito!!!!

Um romance nas novelas de 60... Aracy e o salaminho carcamano, romance ou piada??? "Nós Somos Encantados"! Última apresentação amanhã!!!

Novelas da década de 60 - "Alma Cigana", "O Direito de Nascer", "Antônio Maria", "Beto Rockfeller" e "Nino, O Italianinho" em uma grande salada!!! "Nós Somos Encantados"!

Emília, Visconde e... Beringela? Urubu Azul? Quem é a personagem em negro?? Descubram em "Nós Somos Encantados"!

Visconde e Emília brincam de esconde esconde??? Vejam em "Nós Somos Encantados"!!!


"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - "Como Salvar Meu Casamento" - Última Novela da TV Tupi que não chegou a ter seu final gravado. Em 1979!

"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Sonic Koco - "The Christmas Eve Song" - A canção de véspera de Natal - Uma semana para o Natal- Vamos aproveitar esses dias de vibrações harmoniosas ao nosso redor!!!!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

ALMA CULTURA - CADA UM COM SUA GAIOLA!

Comédia reina soberana na “Gaiola” de Falabella
Título: A Gaiola das Loucas
Elenco: Miguel Falabella, Diogo Vilela, Sylvia Massari, Jorge Maya e grande elenco
Direção, adaptação e versão das letras: Miguel Falabella
Local: Teatro Bradesco - São Paulo (SP)
Data: 03 de dezembro de 2010
Em cartaz até dia 19 de dezembro de 2010
Cotação: ****
Musical de Harvey Fierstein baseado na obra de Jean Poiret, A Gaiola das Loucas chegou ao Brasil pelas competentes mãos de Miguel Falabella. Autor da adaptação não só do texto como de todas as canções, Falabella soube bem como montar sua “gaiola” para agradar a todos os públicos. Desde aqueles que vão ao teatro em busca de boas risadas até aqueles que vão ao teatro para sair com alguma bagagem cultural/ emocional. Mas algo é unânime: A Gaiola das Loucas foi feita para agradar a qualquer fã de musicais.
Baseada na peça original de Jean Poiret, o musical trata, basicamente, do respeito pela diversidade e da beleza de um mundo avesso à sociedade. É assim que vivem Georges e Albin, vividos respectivamente por Falabella e Diogo Vilela, que são o dono e a estrela de um dos maiores cabarés de St. Tropez, A Gaiola das Loucas. A peça se desenrola quando o filho de Georges (fruto de uma aventura com uma corista na França) decide que vai se casar, mas sua noiva é filha do chefe de um partido moralista que é contra os homossexuais e toda e qualquer manifestação que tenha a ver com a homossexualidade. O garoto insiste para que o pai não dê pinta e para que Albin não apareça no jantar. No entanto, Albin (ou Zazá quando está travestido na estrela da “gaiola”) aparece no jantar para cobrir o buraco deixado pela mãe biológica do rapaz. Claro que isso tudo acontece apenas no segundo ato que, sem dúvida, é o mais sedutor. O primeiro ato também não deixa nada a desejar, afinal conta com cenário coloridíssimo e com um elenco talentosíssimo de 25 atores, cantores e bailarinos que dão um show como as “loucas” do cabaré.
A música parece estar em segundo plano no espetáculo, mesmo que Diogo Vilela seja um dos grandes destaques por sua voz muito bem trabalhada e emocionante, que chega a empolgar em diversos números, principalmente em “Eu Sou o que Sou”, versão de Falabella para “I Am What I Am”(que, aliás, se destaca entre todas as ótimas versões feitas por Falabella, muitos superiores às versões das canções de Hairspray), a canção mais conhecida do musical, propagada com sucesso na voz de Gloria Gaynor. O timing de humor dos dois atores consegue, por vezes, pesa mais que a música do espetáculo, principalmente quando Jorge Maya está em cena como o mordomo Jacó – ou Clodine, como prefere ser chamado. O ator dá um verdadeiro show e, por vezes, deixa Diogo e Falabella em segundo plano. Outra que também dá um verdadeiro show é Sylvia Massari que, de todo o elenco, é a que tem a voz mais talhada para o canto, destacando-a em diversos números coletivos. Pena que a atriz tenha uma participação tão limitada na pele de Jacqueline, amiga de Georges e Albin/ Zazá.
Enfim, a superprodução – capitaneada por Sandro Chaim, repetindo a parceria com Falabella que já rendeu os sucessos Os Produtores (2007) e no supracitado Hairspray (2009/ 2010) – faz com que pensemos que, na balança de A Gaiola das Loucas, a música pese menos. Pode até ser, mas que vale à pena assistir ao espetáculo com ou sem música isso vale. Num consenso geral, A Gaiola das Loucas é um dos melhores espetáculos em cartaz em São Paulo.


"Vídeo Arte" - Cenas de "A Gaiola das Loucas"

(Texto de Bruno Cavalcanti)

Álbum Alma Espírito!!!

Duas beatas moralistas tentam dar lição de moral... Algo falso no ar... Tudo isso e muito mais em "Nós Somos Encantados" Última apresentação neste sábado!!!!
Pai, filha e mãe no além, tudo pode acontecer em "Nós Somos Encantados"!
Um casal que está entre fugir, casar ou morrer... O que eles farão??? Em "Nós Somos Encantados"!

Um distinta dama entre Lima e João Ninguém, quem é ela? Descubra em "Nós Somos Encantados"!




"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - "O Profeta" novela de Ivani Ribeiro apresentada em 1977!


"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Phineas and Ferb - "We Wish You A Merry Christmas" - Nós desejamos a você um feliz Natal!!! Natal feliz para todos nós com muitas loucuras!!!!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

ESPÍRITO DA ALMA - PRESEPADA DE NATAL 02!


CENA 02 (Tânia, Jair algemados, os policiais um de cada lado, todos no meio do palco à frente da árvore de Natal. Jair e Tânia um pouco desesperados.)

Jair – Mas qual acusação?
Ulisses – Tumultuo no shopping, berros, correria...
Nilton – Dança, tapas...
Tânia – Pera aí moço quem disse que fomos nós?
Jair – Quais são as provas?
Ulisses – As câmeras de segurança registraram tudo.
Nilton – Essa aí dançando com a mulherada e causando arruaça...
Ulisses – E o santinho aí gritando e arremessando os papais noéis pela loja...
Tânia – Gente o que tem demais ensinar aquelas mulheres a dançarem Sandra Rosa Madalena do Magal em plena loja, só quis acalmar os ânimos pela disputa dos presentes...
Jair – E eu só estava colocando as devidas coisas nos lugares.
Tânia (Olha surpresa para ele.) – Colocando as coisas nos lugares... Arremessando papai Noel?
Ulisses – Está tudo documentado, inclusive as crianças chorando e os pais correndo atrás do indivíduo aí...
Nilton – E a madame aí pegando as coisas que as outras tinham escolhido enquanto elas dançavam...
Tânia – Ah seu guarda foi apenas uma tática de marketing, só isso, elas também não precisavam ficar revoltadas.
Jair – Que jogada, distrai, ensina e dá o golpe, esperta...
Tânia – Ah obrigada, em se tratando de compras eu sou uma boa estrategista.
Ulisses – Chega de papo, vamos para delegacia.
Tânia – Mas, qual seu nome?
Ulisses – Ulisses, soldado Ulisses.
Nilton – Eu soldado Nilton...
Jair – Nilton, pera aí, você não é o gordinho da terceira b que comia cinco hot dogs no recreio?
Tânia – Cinco hot dogs? Gordinho? Você tá usando a caridade natalina...
Nilton – Ei você é o Jair bom de cola, colava em todas as provas.
Jair – Isso mesmo, puxa que destino...
Ulisses – Vocês se conhecem?
Nilton – Fomos amigos no colégio.
Tânia – Que destino mesmo, você virou policial e você Jair é o que?
Jair – Professor...
Nilton – Que destino...
Tânia (Olha para Ulisses.) – Agora esses dois irão relembrar da professorinha que amaram, dos amigos mais bonitos e melhores que eles... Vai longe... Não é melhor soltar a gente e acabar com essa história?
Ulisses – Nada disso vamos para delegacia resolver esse caso...
Nilton – Tumultuo é tumultuo amizade a parte...
Jair – Nilton vai livra essa foi apenas uma brincadeira...
Tânia – Tá aí me conta eu ainda não entendi o que você fez.
Jair – Eu vi aquela fila enorme das crianças com os pais para falarem com papai Noel, toda aquela melação, aliás, vocês deviam investigar esse papai Noel, sei não...
Ulisses – Vocês vão contar na delegacia...
Tânia – Deixa ele falar Ulisses depois nós vamos.
Jair – Foi então que me deu uma vontade não sei da onde e eu gritei: “Papai Noel não existe, ele é falso, seus pais compram os presentes, puxem essa barba ridícula, matem o papai Noel...”
Tânia – Matem o papai Noel? Que crueldade com as crianças...
Jair – Aí aquele bando de crianças começaram a chorar, os pais me viram quebrando alguns papais noéis de enfeite e começaram a correr atrás de mim foi só isso....
Nilton – Não mudou nada. Na escola ele colou um osso na bunda da professora. Vamos para delegacia amigão...
Tânia – Você é um revolucionário acabou com a fantasia de milhares de crianças...
Ulisses (Começa a chorar devagar e vai aumentando o choro.) – Papai Noel...
Tânia – Ixi nosso amigo aqui está chorando. O que aconteceu Ulisses?
Nilton (Chega perto de Ulisses.) – Olha a compostura soldado você está em serviço.
Ulisses – Eu sei. (Abre um choro maior.)
Jair – Falamos alguma coisa que não devíamos?
Ulisses (Chora enquanto fala.) – É que eu me lembrei de quando eu descobri que papai Noel não existe, foi muito triste...
Tânia – Eu também fiquei triste quando soube a verdade (Ela olha para todos.) – Sabe...
Jair – Que são os nossos pais que compram os presentes? (Tânia dá um cutucão em Jair que se toca.)
Ulisses – Pois é descobri que era meu pai que comprava meus brinquedos (Chora mais alto.)
Nilton – Tudo bem já passou foi há tantos anos...
Jair – É agora você Ulisses pode ser papai Noel de seus filhos...
Tânia – Cala boca o arrasador de fantasias, agora não adianta arrumar o buraco...
Ulisses (Chora ainda e senta no chão. Todos se olham e acabam por sentar também.) – Eu me lembro que eu ficava olhando o céu a espera do trenó, das renas, ver papai Noel de vermelho, sabe não era tanto pelos presentes, mas pela magia de saber que havia um bom velhinho que se importava com todas as crianças do mundo, e então tudo foi derrubado, a verdade descoberta, a fantasia morta... (Ele chora alto e agarra Tânia que tenta abraçá-lo.)
Nilton (Meio choroso.) – Eu também fiquei triste quando descobri que não havia coelhinho da páscoa, foi horrível saber que a fábrica de chocolates fazia os ovos... (Ele começa a chorar.)
Tânia – Ai gente assim não dá... Eu me debulhei em lágrimas quando descobri que a Barbie não dançava nem nadava como no comercial de televisão, quis processar todo mundo que enganou nós pobres meninas com uma boneca perfeita, linda... Era mentira...
Jair – Também uma boneca que namora um gay...
Tânia – Cala boca o devastador de fantasias, olha a comoção que causou. E você não teve nenhuma fantasia arruinada?
Jair – Eu queria ir para lua com um foguete que ganhei de Natal, só que nunca consegui fazer o foguete sair do chão até que meu tio me contou que tudo que eu via era mentira, que era impossível o homem ter chego à lua, era coisa de televisão, foi o meu fim, minha fantasia de ser astronauta morreu...
Ulisses – Tá vendo cara, todo mundo tem fantasias, só que não precisamos de pessoas como você para destruir as ilusões de todos nós...
Tânia – O pior que isso vai aumentando...
Nilton – Não entendi.
Tânia – Ah depois do papai Noel, do coelhinho da páscoa, da Barbie, você descobre que não existe cegonha...
Jair – Mas isso achei ótimo descobrir a verdade é mais excitante...
Nilton – Que não podemos ser o que queremos, queria ser dono de uma fábrica de salsichas e acabei PM...
Ulisses – Que não podemos confiar em quase ninguém...
Tânia – A fantasia da bruxa cai por terra...
Jair – Vampiros, mágicos fazem truques não magias...
Nilton – Pois é também fiquei triste com isso... Os robôs não falam sem pilha...
Ulisses - O que acontece nos filmes não vira realidade...
Tânia – Nas novelas tudo termina bem... Que fantasia...
Jair – No teatro se fala e se faz o que quer sem dar explicações melhores para o público...
Tânia – Chega! Que baixo astral medonho, é Natal...
Ulisses (Olha para ela e chora.) – Papai Noel...
Nilton – Presépio será que foi assim mesmo Ele nasceu ou até nisso enganam a todos nós?
Jair – Tudo bem que eu desmanchei algumas fantasias, mas essa deve ser real, não?
Tânia – Ah tem que ser imagina esse mundo todo sem esse cara Jesus para dar uma força, ou será que é fantasia também... (Todos levantam olhando um para o outro.)
Ulisses – Muita fantasia destruída...
Nilton – Sonhos, políticos desonestos, educação ruim, saúde precária, polícia sem equipamento...
Jair – Nossa agora virou uma peça política? E o Natal?
Tânia – Onde está o Natal? Já sei o Natal vai acontecer se vocês dois nos livrarem dessas algemas, aí sim vou acreditar que o Natal é poderoso...
Jair – Que Jesus não é uma fantasia... Solta a gente Nilton...
Ulisses (Olha para Nilton que olha para ele, ficam a pensar.)
Tânia – Quanto suspense... Minha fantasia de ser paquita acabou mesmo há tempos vai gente me faz acreditar na bondade humana...
Jair – Minha fantasia de ser menudo acabou também...
Tânia – Bem que eu desconfiei que você tinha um jeito menudo de ser. E aí Ulisses, Nilton, solta a gente...
Ulisses – Ok, vamos soltar porque é Natal só que vocês dois vão fazer uma coisa para nós.
Nilton – Hum é o que eu estou pensando Ulisses?
Ulisses – Claro o que acha?
Nilton – Os dois têm características...
Tânia – Ih não tô gostando...
Jair – Deixa quieto Tânia importa que vamos nos livrar da prisão...
Ulisses – Vamos libertar vocês quando fizerem o que queremos...
Nilton – Isso aí vamos soltar as algemas quando estiverem realizando nossa fantasia...
Tânia e Jair – Fantasia??? Que fantasia??
(Ulisses e Nilton dão risadas.)

(Continua na próxima semana.)

Álbum Alma Espírito!!!

Uma tragédia no palco, morte, sangue, bruxas... Tudo isso em "Nós Somos Encantados"!!!

Hamlet do século 21 em plena tv à lenha... "Nós Somos Encantados"!!!


Os chiques invadem "Nós Somos Encantados"!! Teleteatro com muitas personagens e histórias!

Muitas intrigas em "O Julgamento de João Ninguém" dentro de "Nós Somos Encantados"





"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - "Meu Rico Português" novela que foi ao ar em 1975!





"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Paul Maccartney -"Wonderful Chirstmas Time" Uma época maravilhosa de Natal! - Estamos no melhor tempo do ano!!!


terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O ESPÍRITO - VELHAS CONVERSAS!!!


Nossa série de trechos do livro “Nas Fronteiras da Loucura” continua com mais informações sobre a ajuda que todos nós recebemos do mais alto sejamos espíritas ou não, o amparo é para todos independente de credo, raça ou sexo.

Capítulo 16 – Considerações Sobre Sessões Mediúnicas –

“Ao espiritismo, com sua estrutura ético-religiosa firmada no evangelho de Jesus, cabe a grandiosa tarefa de diluir das mentes o pavor da morte, educando os homens sobre a maneira de encará-la, ao mesmo tempo ensinando a valorização da vida. Ressalvadas outras finalidades expressivas, as sessões práticas ou mediúnicas do espiritismo assumem, igualmente, a função consoladora, pelo lenir de saudades e diminuir de dores que propiciam, através do abençoado intercâmbio espiritual, não somente das entidades veneráveis, como daquelas que sofrem, ensinando pela dor a correta vivência do amor... Mas também, pelo facultar o retorno dos seres amados ao convívio afetuoso, pela palavra oral ou escrita, nas materializações ou nas fortes induções mentais de caráter intuitivo. Escola de bênçãos superiores, a sessão de intercâmbio é medicação para os espíritos de ambos os lados da vida, estímulo e prova da sobrevivência, por cujo valioso concurso assumem-se responsabilidades morais e coragem para vencer as vicissitudes do caminho de ascenção...”

Um dos objetivos da doutrina é desmistificar a morte como algo sombrio, trágico e eterno. A ciência espírita deixa bem claro para todos nós que a morte é apenas uma passagem de um estado para outro que o espírito é eterno, não morre nunca, só o corpo físico é perene, desintegra, continuamos do outro lado a ser como somos com chances de aperfeiçoamento dependendo do nosso livre arbítrio.
As sessões que ocorrem dentro da casa espírita são para ajuda e amparo para os espíritos sofredores de alguma forma, para aqueles que ainda não compreenderam sua nova situação, e como na maioria dos casos ainda de espíritos muito materializados eles precisam de uma sessão na Terra para terem contato com os fluidos vitais e com os médiuns encarnados para sentirem as sensações e ouvirem as vozes daqueles que falam com eles através da mediunidade, precisam sentir a matéria para poderem entender o que se passa. Muitos companheiros são ajudados. É preciso entender que a ajuda não ocorre só no que fala, mas em todos que ouvem porque o que o médium fala para um é transmitido a todos que estejam na mesma condição e assim são ajudados muito mais espíritos do que nós possamos imaginar. Um ouve e cem, duzentos ou mais são amparados ao mesmo tempo.
E as sessões também trazem comunicações de entes queridos que estão bem e vem através do médium de psicofonia ou psicografia deixarem suas comunicações de conforto e a certeza da continuidade da vida. Além de espíritos mais elevados poderem deixar suas comunicações e orientações para todos que participam dos trabalhos dentro do centro espírita.
As sessões espíritas bem dirigidas e orientadas são um tratamento tanto para encarnados como desencarnados, um remédio para o espírito!
Antes de nós criticarmos, achar que é loucura, que pode causar problemas psicológicos, mentais, vamos estudar, ler a respeito para entendermos todo o funcionamento espiritual que ocorre dentro de um trabalho de responsabilidade como é de uma sessão espírita.
As comunicações entre nós e o mundo espiritual não foram criadas pelo espiritismo, mas ocorre há muitos séculos entre todos os povos. O teatro grego em suas tragédias e comédias sempre coloca os oráculos como comunicantes dos deuses e daí muitas coisas ocorrem nas peças, a mediunidade é recorrente dentro da dramaturgia teatral.

Álbum Alma Espírito!!!


João Ninguém, Marlene, e Lima serão normais??? "Nós Somos Encantados" última apresentação neste sábado!!!

Dorival e Nana em "Acalanto" dentro de "Nós Somos Encantados"!

O frango é a grande estrela desta história!!! "Relações Domésticas" em "Nós Somos Encantados"!


Mulheres em desespero!!! Por que? Só vendo "Nós Somos Encantados"!



"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - Comerciais da década de 70!


"Vídeo Arte" - Christmas Festival - "Christmas with Charlie Brown & Snoopy" - Natal com Charlie Brown e Snoopy - Um Natal com alguém, com quem?

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

CRÔNICA DA ALMA - VOCÊ????

DAS MALDIÇÕES DO ANO VELHO ou, da necessidade de homens e mulheres de bem
Enviado por dellova em sab, 08/12/2007 - 11:17 do Ms. J. Pietro B. Nardella-Dellova, darsham
Mene, Mene, Tekel, Upharsim.
Daniyel 5:25-28

Ecco! Festa de final de ano “novamente”. E como sempre, esperam –vestidos de branco- que das encruzilhadas, dos terreiros, das igrejas, dos templos, das lentilhas, do peru, das ondas do mar, das ceias, das lojas, do vazio, do prefeito, do governador, do presidente da república, dos fogos de artifício, possam receber algo novo, como, por exemplo, a felicidade ou a realização pessoal.
De qualquer maneira alguma virtude (bem pouca) se encontra nestes dias, afinal, as pessoas se revêem depois de 12 meses, abraçam pessoas a quem não abraçavam há 12 meses, desejam felicidades a quem tornam infelizes durante 12 meses, brindam com quem não puderam tomar um café durante 12 meses e, finalmente, até sorriem um pouco –ainda que por força de um espumante sulfuroso do que restou das cestas de natal!
Ah, tudo é novo! É novo podermos lançar para o ano novo as eternas expectativas, enterrando as frustrações e desesperos na farofa e nas cebolas do peru feito bode expiatório, bem como, encobrir as intrigas, corrupção e maledicências (lashon hará), no barulho dos fogos artificiais!
É o ano velho que passa. Vade retro Satanás! Ufa, que alívio!
É o ano novo que chega. Salve! Que alegria!
Caspita!!! Deveria ser proibido, por decreto, comemorar o Ano Novo. (Natal? Nem Pensar!!!) Ao menos não poderiam comemorá-lo quem não prestasse conta do ano velho.
Mais ou menos assim...lá pelo final de novembro, começando dezembro, todas as pessoas deveriam ser inquiridas com veemência, por exemplo:
-Ei você, homem, o que fez este ano para que sua mulher se sentisse humana, física e socialmente satisfeita? O que fez para que ela não substituísse a vida pelas novelas ou por alguma igreja ou campanhas intermináveis de oração e jejum?
-Ei você, mulher, o que fez este ano para que seu homem se sentisse humano, física e socialmente satisfeito? O que fez para que ele não trocasse a vida pelo boteco ou por algum time de futebol?
-Ei você, padre, pastor, bispo, missionário, apóstolo, pai-de-santo, ancião, ministro, médium, mulá, profeta, enfim, chefe religioso, quantas vezes ousou soprar a fumaça religiosa dos olhos de seus seguidores, para que eles e você pudessem ver D’us?
Quantas vezes ousou contestar as "cartilhas" dadas pelos seus superiores hierárquicos? Quantas vezes, realmente, foi honesto com sua "prédica", deixando a "verdade" falar mais que a "vaidade"? Quantas vezes ousou contestar algum dos dogmas de sua religião? Quantas vezes pensou, com sinceridade absoluta, se sua religião não é mesmo o "ópio do povo" e que, com sua atuação, as pessoas se tornaram mais ignorantes, mais insensíveis, mais idólatras, mais materialistas, menos familiares, menos humanas? Quantas vezes ousou ensinar aos participantes de suas instituições que o lar deles, a casa deles e a família deles, vale mais que sua sede?
Quantas vezes ousou ensinar que as mulheres deveriam faltar aos encontros religiosos para fazerem amor com seus maridos?
Quantas vezes ousou ensinar a cada um deles que a vida vale muito, que não há céu nenhum, e que cada um colherá exatamente o que plantar? Quantas vezes ousou informar-lhes que sua "bênção" não vale quase nada pois cada um será singularmente como desejar e receberá o resultado do que plantar, pois uma semente é sempre uma semente?
-Ei você, rabino, quantas vezes abriu caminho para responder aos não-judeus acerca da Torá? Quantas vezes aceitou falar a um público sem conhecimento e sem prática judaica sobre o singular universo judaico?Quantas vezes olhou em torno de você para descobrir que há mais pessoas do que você imagina e, começar assim, uma revolução de pensamentos e idéias, de conceitos e realizações, cumprindo, simplesmente, seu papel no mundo?
-Ei você, você mesmo, o que fez de sincero e de concreto pela Educação, Justiça Social, Paz e pelo Direito? Ei você, o que fez de sonoro pela Ética? O que você fez para não jogar lixo nas ruas? O que você fez para lavar as próprias peças íntimas (comprou, ao menos, um sabão de coco?). O que você fez para não ser mais um canalha na rua, mais um assassino motorizado? Enfim, o que você fez para ser gente apenas?
E assim, diante disso, fossem as respostas satisfatórias, o interrogando poderia beber um pouco de vinho italiano, sorrir, abraçar os amigos e ser solenemente convidado a construir o ano novo. Seria convidado, na sua função e papel social, a continuar sendo gente...
Mas, fosse insatisfatória, o interrogando seria condenado a beber espumante sulfuroso daquelas desprezíveis cestinhas natalícias, com goiabadinhas, sardinha e outras "prendas"... Seria condenado a ficar calado, longe dos seres humanos (sobretudo, das mulheres), impedido de destruir mais um período-tempo, impedido de perturbar as pessoas do mundo, impedido de ocupar espaços públicos.
E sujeito, ainda, a receber nove das dez pragas do Egito!
Nas Bênçãos do Eterno e na Luz do Mashiach

24 dicembre 2003 - 29 kislev 5764
(publicado no Campinas Café)
Postado no CafeTorah em 8 Kislev 5766

(Texto enviado por Malka.)

Álbum Alma Espírito!!!!

Um clip de morte em "Nós Somos Encantados" apresentação do último sábado no Nill de Pádua!!!! Temporada chega ao fim neste sábado não percam!!!


Assis (Jeferson) no seu discurso de inauguração da TV Tupi em "Nós Somos Encantados"!!!Cassiano (Mário) e Vida (Maria Creuza) uma solução para salvar "Tupiniquim" em "Nós Somos Encantados" no último sábado!!!

Todos em movimento! "Nós Somos Encantados" no último sábado no Nill de Pádua!!!



"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - "Xeque Mate" Abertura da novela que foi ao ar entre março e outubro de 1976!



"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Aretha Franklin - "O Christmas Tree" - Árvore de Natal - representa a vida, o nascimento, o florescer, a seiva, as mudanças, de todos os tipos e cores, não esqueçamos de fazer a nossa!!! Um símbolo de vida!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

ESPÍRITO EM CENA - UMA, DUAS, TRÊS...


No último sábado fizemos nossa primeira apresentação no Cj, lá tem um espaço com palco onde podemos apresentar. Foi bem diferente das outras encenações, pois, eu primeiramente cortei algumas cenas, enxuguei um pouco o tempo, de duas horas passamos a uma hora e trinta cinco minutos, cortei cenas que tanto podem estar ou não, achei que o resultado foi bom. Não deu para perceber muito porque o público praticamente não compareceu.
A peça estava marcada para às 20 horas e ninguém apareceu, esperamos um pouco e duas pessoas vieram, então começamos às 20:50, fizemos a peça normalmente afinal esse é o papel do ator representar para uma, duas, três... Não importa o espetáculo não pode parar. O que não houve foi energia, a troca entre público e atores foi zero, mas todos fizeram o que era necessário e a peça foi até o final terminamos às 22:25, valeu como apresentação e ensaio aberto.
Não sei se faltou divulgação, o que foi, tudo bem nós como atores não podemos ter medo disso, ou achar que nosso trabalho não está valendo, pelo contrário, toda experiência é válida em todo contexto, aprendemos muito com essas situações. O ator que pensa que só terá grande plateia está enganado, cada dia é uma surpresa para todos.
E independente de sermos atores toda experiência é crescimento para o ser humano, saber lidar com o inesperado, com o que não queríamos, mas veio, assim é a vida e não podemos reclamar, recebemos o que precisamos e merecemos. Lógico que aí conta nosso esforço, o que fizemos para dar certo, tudo, o que aprendemos a cada caminhar é que não podemos desistir, é sempre batalhar.
Penso que para os atores da Cia isso é bom para que nunca pensem que teremos sempre público garantido, tudo é uma grande incógnita no cenário teatral. Assim ninguém se sente uma estrela, um astro do show é necessário ter os pés bem firmes no chão e não sonharmos demasiadamente com a glória e o sucesso, porque isso é passageiro, o que fica é o talento de cada um, é a arte, poderemos marcar uma época, mas nunca objetivarmos a fama como caminho, isso é o começo do fim.
Nosso papel é atuar bem para uma, duas, cem, quatrocentas pessoas, não importa, o teatro não pode parar. Aquele que pensa em ser estrela, ter o público aos seus pés já liquidou com sua carreira. Somos servidores da arte, mero aprendizes do palco, passo a passo vamos abrir nosso canto, nosso espaço, com humildade, simplicidade e muita arte isso que é nosso objetivo maior.
Agora temos mais duas apresentações, amanhã e no próximo sábado quando terminamos a temporada 2010. É nos prepararmos para essas encenações e deixar fluir a vida no palco.
Tudo pode acontecer, assim como a peça é ao vivo e nós atores podemos surpreender o público, a plateia pode nos surpreender também.
Cada momento é um passo dado, cada cena, cada atitude, cada ação tem sua reação e vamos atuando seja na realidade ou na teatralidade!!!



Álbum Alma Espírito!!!

Sérgio (Mário) dá seu recado final e todos saem de cena!!!! "Nós Somos Encantados"!!!


Uma quadrilha do barulho!!!! "Nós Somos Encantados"!!!!




"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - "A Viagem" recordações de um tempo bom!!!!




"Vídeo Arte" - Christmas Festival - "Ding Dong Merrily On High" - Felicidade nas alturas - A felicidade está em nós vamos libertá-la ao invés de reclamarmos de tudo, sejamos felizes no Natal e sempre!!! Natal é uma porta é só abrir e não fechar mais!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ALMA CULTURA - SIMPLESMENTE BETH!

Um dos grandes desafios de um ator é realizar um monólogo. Poucos têm coragem, condição e principalmente talento para prender o público por uma hora ou mais tempo. Além de ter uma boa história, direção e com um objetivo teatral e não só de se mostrar como estrela dominante do palco.
“Simplesmente eu, Clarice Lispector” é um monólogo lindo, cheio de sentimentos, emoção, vida, humor, histórias, realidade e ficção, é uma obra a não se perder.
A atriz Beth Goulart arrebata a plateia durante uma hora. É contagiante sua interpretação pelo palco. Ocupa o espaço cênico com maestria. Sua expressão corporal é uma dramaturgia dentro da história, as trocas rápidas de figurino e composições das personagens dos livros de Clarice são belíssimas com classe, sutileza, verdade, sua voz domina o espaço tanto como Clarice presa na língua como das personagens que soltam suas fantasias e verbo ao falarem sobre a vida, morte, criação, Deus, cotidiano, palavra, silêncio, solidão, entrega, inspiração, aceitação e entendimento.
Beth é Clarice plenamente em sentimentos, emoções, corpo e voz. Desenha para o público uma trajetória de uma escritora que busca a vida, resposta as suas dúvidas, mostra seus sentimentos, suas vontades e desejos, é uma alma a desnudar outra com muito tato, cuidado e carinho.
O público fica hipnotizado durante os 60 minutos, bebemos as palavras que saem da boca da atriz, palavras que batem em nós, em nossa alma cheia de dúvidas, e deixam-nos pensativo sobre a vida, morte e Deus nossos grandes enigmas! Como viver? Como morrer? Onde está Deus?
A peça traz a vida para o palco, a vida intensa de uma escritora que viveu para escrever, criar, ser mulher, mãe, ela nos diz simplesmente para que vivamos! A peça é vida pulsante!
Os textos de Clarice foram adaptados por Beth Goulart assim como a direção coube a ela, e com a supervisão de Amir Haddad. A iluminação é uma outra dramaturgia dentro de todo espetáculo, dar cor, movimento e passagens de tempo.
Beth Goulart está em sua melhor fase, uma atriz que sabe trabalhar os mínimos detalhes da construção de uma personagem, e Clarice requer muito por ela não ser simplesmente uma personagem, mas uma personalidade que conhecemos, vimos, sabemos quem é, no entanto quando Beth está no palco o que menos interessa é se ela interpreta Clarice como ela era no seu andar, falar, ser, se vestir, assim que a atriz entra no palco vemos Clarice e qualquer comparação cai por terra, é desnecessária. Beth e Clarice brilham em uma só pessoa!!!

“Este espetáculo é uma declaração de amor a Clarice, por tudo o que sua literatura foi e continua sendo dentro de mim, por todas as portas e dimensões do caminho, entre a lucidez e o silêncio, até a morte sem medo.” (Beth Goulart)

Hoje faz exatamente 33 anos que Clarice partiu da Terra para escrever em outras paragens!
Clarice Lispector (10/12/1920 – 09/12/1977)

"Vídeo Arte" - "Simplesmente eu, Clarice Lispector" cenas da peça!!!
A peça está em cartaz no teatro Renaissance até dia 19 de dezembro, endereço Alameda Santos, 2.233. Sex: 21:30, Sab: 21h, Dom: 19h. Ingressos 50 e 60 reais!

Álbum Alma Espírito!!!

Agora vamos para onde??? Tudo pode ser em "Nós Somos Encantados"!!!


Cassiano (Mário) e Vida (Maria Creuza) conseguirão mudar a programação da televisão??? "Nós Somos Encantados"!!!


"Vídeo Arte" - Festival Tupi - "A Viagem" - Abertura para reprise em 1980 nova música e imagens!


"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Debby Ryan - "Deck The Halls" - Decorar os cantos da casa - Vamos decorar toda nossa casa com luzes porque luzes é que é o Natal com Jesus, papai Noel, estamos no mundo e vamos viver com tudo que temos direito e gostamos, árvore, Noel, enfeites, generosidade, caridade e Jesus em todos nós. Mas natal sem a fantasia de Noel o bom Nicolau não é natal!!! Criamos uma atmosfera acolhedora com os enfeites presépio e mesmo fazendo dela uma data comercial, cada um comemora de sua forma, o importante é que o Natal sendo Jesus para uns ou não é uma reunião familiar que mesmo que saia quebra pau, pelo menos uma vez por ano tentamos estar juntos. Tudo isso é treino de viver!!! E que façamos com muito humor!!! O que vale é nossa intenção em tudo com Noel ou Jesus, tudo é válido para o bem nosso e do próximo!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

ESPÍRITO DA ALMA - PRESEPADA DE NATAL!


CENA 01 (Palco iluminado no centro uma árvore de natal montada com enfeites e luzes. De repente entram no ar barulhos de vozes, gritos de multidão correndo. Em cena entram de cada lado do palco rolando pelo direito Tânia e rolando pelo esquerdo Jair, rolam pelo chão até chegarem cada um do lado da árvore, se apóiam no chão com cara de desesperados, olham para a plateia, música natalina pode tocar desde o início da cena. )

Tânia – Nossa que foi isso?
Jair – Ofertas de natal...
Tânia – Vi só um bando de mulheres enfurecidas correndo passaram por mim como se eu fosse um carpete...
Jair – E eu fui atropelado por um bando de crianças atrás de leptops xuxenianos...
Tânia – Quem falou que natal é época de paz?
Jair – Alguém aí de alguma irmandade superior.
Tânia – Que irmandade é essa? Dos vendedores da mãe?
Jair – Nossa eles vendem tudo mesmo no natal se der até a mãe...
Tânia – Será que podemos levantar?
Jair – O tumultuo deve ter passado, vou contar até três e levantamos ok?
Tânia – Ok!
Jair – Um, dois, três... Já... (Os dois levantam ao mesmo tempo. Eles estão usando várias roupas ao mesmo tempo uma sobre a outra, Tânia pode estar usando vestidos, jóias, acessórios. Jair jeans, bermuda, camisa social, regata, correntes...)
Tânia – Nossa se alguém passar aqui agora não vai saber quem é a árvore de natal, eu ou ela. (olha para a árvore.)
Jair – Vão achar que eu estou com crise de identidade.
Tânia (Olha para Jair.) – Prazer Tânia.
Jair (Estende a mão.) – Prazer Jair.
Tânia – Crise de identidade não diria, mas que está precisando de um fashion personal.
Jair (Anda para direita.) – Por que nós sabendo da loucura de dezembro nas lojas nos aventuramos as compras?
Tânia – Masoquismo... (Ele olha espantado para ela.) – É masoquismo, tem o sexual e o dezembral...
Jair – Dezembral? O que é isso?
Tânia (Se aproxima de Jair fica ao seu lado.) – Tem muita gente por aí que adora ficar em lojas cheias, com uma multidão enfurecida por compras, ficam a brigar pela mercadoria, gostam de se esfregar nos outros no empurra empurra, tem uns que saem só no tapa para ter mais prazer...
Jair – Brincou...
Tânia – Verdade! Tem gente que tem prazer com tudo que se possa imaginar.
Jair – Imagino... Eu mesmo... (Olha para ela e para de falar.)
Tânia (Curiosa.) – Continua...
Jair – Nada não... (Olha para ele da maneira que está vestido.) – Olha ao ponto ridículo que cheguei amontoar um monte de roupas para dar de presente, pode?
Tânia – Pode... (Ela abre os braços para mostrar a ele a sua condição também.) – Aonde chegamos pelos outros.
Jair (Vai até o centro do palco fica em frete da árvore de natal.) – Mas eles merecem?
Tânia (Olha para ele com ar de dúvida e vai até ele.) – Sabe que não sei...
Jair – Nós nos envolvemos nessa maratona louca para presentes para mãe, pai, tios, irmãos, porém essas pessoas fizerem o que para ganhar presentes?
Tânia – Ah não sei todo ano é igual faço uma lista que nunca sigo e vou comprando para fulano, ciclano, beltrano...
Jair – Ciclano, fulano e beltrano seria nossa família ideal, não teríamos quase ligação, seria assim nosso tratmento: “Oh fulano se exploda”, “Oh ciclano cai fora”, Oh beltrano morraaaaaa...” (Ele ri.)
Tânia – Nossa seria as pessoas ideais para darmos presentes: Ciclano eu daria um cano, para fulano um pano e para beltrano um tapano!
Jair – Tapano?
Tânia – Não achei outra rima, na verdade seria um tapa bem dado, porque uns merecem, não merecem???
Jair – Muitos, vários. (Eles riem.)
Tânia – Nossa onde está nosso lado cristão?
Jair – Tá embaixo do tapano! (Eles caem na risada.)
Tânia – O que Jesus não deve estar pensando de nós???
Jair – Ele deve estar louquinho para dar um tapano em alguém também... (Eles riem.)
Tânia (Coloca os dedos na frente da boca fazendo sinal de silêncio.) – Não deixa ninguém nos ouvir vamos ser excomungados. Mas que Ele deve querer dar uns tapanos deve... (Ela ri.)
Jair – E sabe em quem?
Tânia (Toda curiosa.) – Em quem??? Conta, conta...
Jair – Em nós humanos, ele deve quere dar uns bons tapanos pra ver se a gente entende Ele.
Tânia – É mesmo, cada um de nós merece um tapano (Ela faz o som dos tapas e movimenta com as mãos. Os dois riem.)
Jair – Nossa estamos parecendo bêbados e nem bebemos...
Tânia – Isso que é bom ficar louquinhos sem beber. (Caem na risada.)
Jair – Jesus ficou bêbado?
Tânia – Que eu saiba não.
Jair – Então tá aí nossa loucura sóbria, afinal não é possível que o Grande Irmão não tenha também dado boas risadas e falado algumas besteiras...
Tânia – Ele? Ah não sei não, falam que era todo certinho, mas acho que umas gargalhadas de vez em quando não fazem mal... Imagina Jesus dando um tapano e rindo... (Eles caem na gargalhada.)
Jair – Melhor a gente parar daqui a pouco uma praga pode acontece conosco...
Tânia – O quê? Um tapano??? (Eles riem muito. E do lado direito do palco entram dois policiais e param no centro do palco ao lado de Tânia e Jair.)
Ulisses – Muito bem vocês dois estão presos!
Jair (Olha para o policial e ri mais ainda.) – Presos...
Nilton – É, presos por tumultuar as compras no shopping...
Tânia (Olha para ele e ri mais.) – Tumultuar compras??? Vale um tapano. (Jair e Tânia caem na gargalhada.)
(Ulisses olha para Nilton. Os dois tiram suas algemas puxam Jair e Tânia e colocam as algemas em ambos.)
Ulisses – Esteja preso.
Nilton – Esteja presa.
Tânia – Praga de tapano???
Jair – Fomos os primeiros a levar...
Tânia e Jair – Ah Jesus salvai-nos...
(Continua na próxima semana.)

Álbum Alma Espírito!!!

Quanta desgraça, eles gostam de comédia, mas adoram fazer drama!!! "Nós Somos Encantados"!!!

Cenas de uma encenação além do além em "Nós Somos Encantados"!!!


"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - "A Viagem" cena com Eva Wilma (Dináh) e Tony Ramos (Téo) na primeira versão da novela de Ivani Ribeiro em 1975!!!


"Vídeo Arte" - Christmas Festival - Doris Day - "Here Comes Santa Claus" - Aqui vem Papai Noel - E que essa magia nunca morra!!! A magia sem a parte comercial é muito válida!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O ESPÍRITO - DE FANTASIAS E ILUSÕES!


Olá galera como toda terça mais um trecho do livro “Nas Fronteiras da Loucura” um livro que estuda profundamente a alma humana e suas tendências, manias, e muito mais.

Capítulo 14 – Drama de Noemi –
“Como sabemos, somente sucedem obsessões, porque existem endividados. Todo obsessor, por mais insensível e cruel, é somente alguém doente, que se viu traído e não tem sabido ou querido superar a condição de dor a que foi arrojado. Enquanto não luz o perdão na antiga vítima e a transformação moral do infrator, a problemática aflitiva prossegue, mudando apenas de forma ou de atitude de quem persegue e de quem é perseguido”

A obsessão somente acontece porque ainda não houve o perdão e nós não nos modificamos com relação as nossas atitudes, tendências, desejos. Continuamos em muitos casos a ser e fazer as mesmas coisas de vidas passadas e com isso a ligação de vítimas e algozes continua a perdurar, precisamos ter coragem para quebrar esse vínculo e seguir nossa vida de outra maneira e perdoar para sermos perdoados assim todos que tem uma ligação possam começar novas fases em suas vidas.

Capítulo 15 – Recordando Vidas Passadas –

“Muitos dos foliões haviam-se afadigado por longos meses na confecção das fantasias, praticamente vivendo a psicosfera da ilusão, perseguindo vitórias vãs que esperavam alcançar naqueles próximos momentos... Consumiram tempo e dinheiro, que poderiam ser aplicados no sentido de manutenção da vida e salvação de muitas vidas... Envergando indumentárias de reis e rainhas, nobres e conquistadores, clérigos e personagens de contos, artistas e dissipadores fariam inveja àqueles a quem copiavam, caso as vestes e coroas, os báculos e cetros, os mantos e as posturas não fossem todos falsos... Alguns dos fantasiados, que usam hoje imitações dos trajes antigos, são as próprias personagens que retornam ao proscênio do mundo, falidos lamentavelmente, imitando com carinho e paixão a situação que indignificaram quando a exerciam. Muitos nobres que enlouqueceram na ociosidade, agora meditam em profundas frustrações que os tornam insatisfeitos; monarcas que vulgarizaram a investitura com que mergulharam no mundo para servir, reptem os textos do drama da vida, em situações ridículas, amarfanhados; religiosos que corromperam os altos compromissos, ora estão crucificados nos madeiros invisíveis de problemas íntimos que os amarguram; vencedores que se não venceram, neste momento revestem-se de não esquecidas indumentárias, servindo de bufos para as multidões que os aplaudem e criticam, que os invejam e os perseguem com os seus preconceitos não menos nefastos; burgueses frívolos que expiam sob duras injunções morais o tempo perdido... Todos, dignos de respeito e consideração, sem dúvida, porém merecedores da compreensão, afeto e piedade de todos nós. As marcas de determinadas reencarnações não desaparecem, de um para outro momento, das tecelagens sutis do espírito, que renasce no corpo sofrendo-lhes os efeitos.”

Como todos nós temos várias vidas é comum que tragamos particularidades, tendências, manias de todas essas aventuras que já tivemos, até profissões podem se repetir mediante as nossas vocações, sendo que a cada vida há um desenvolvimento dentro do quadro de carreiras se nós fizermos por merecer. O ideal é que avancemos mesmo com gestos do passado, e que não paremos em lamentações a recordar algo que nem sabemos por que, paremos de cultivar culpa e de sermos vítimas e que nem vivamos de fantasias e ilusões que só atrasam nosso progresso.

Álbum Alma Espírito!!!

Será que há um modelo de televisão que pode ser exemplo para melhorar a programação das emissoras atuais? "Nós Somos Encantados"!!!

Cassiano (Mário), Raul (Tiago) e Assis (Jeferson) comentam sobre a atual situação da televisão! Em "Nós Somos Encantados"!!!



"Vídeo Arte" - Festival TV Tupi - "A Viagem" cena com Altair Lima em 1975!



"Vídeo Arte" - Christmas Festival - The Andrews Sisters - "Winter Wonderland" - Mundo maravilhoso do inverno - Natal com neve é um sonho!!!!