quarta-feira, 30 de setembro de 2009

PALAVRAS DO ATOR - ARTE COM DEFICIENTES!

TEATRO COM SURDOS

Muitas pessoas não sabem que a arte também é feita com deficientes. A música, a dança, a pintura. Então vou falar um pouquinho do “fazer teatro com deficientes auditivos”.
O teatro com surdos tem objetivo da integração da família, pois existem famílias que não aceitam e com o teatro a família do surdo pode reconhecer a surdez na condição de que o surdo pode aprender, tem como objetivo mostrar a condição essencial do viver e conviver, praticar as habilidades sociais com várias situações, fazendo com que o aprendizado tanto do surdo como do ouvinte seja prazeroso.

O teatro pode mostrar aos pais e a sociedade que o surdo tem potencial sim, tem possibilidades de aprender, de ter suas próprias escolhas, mesmo sem saber usar a linguagem oral, mas que diz seus desejos e necessidades através do teatro colocado no palco. O teatro como já sabemos, desenvolve habilidades e mostra que o surdo pode participar de atividades em condições iguais a de um ouvinte. E não só no palco, mas também mostrando essas habilidades em cenário, figurino, iluminação e som através das vibrações. Todo esse magnífico trabalho da arte do teatro pode romper a barreira que existe entre o deficiente auditivo e outras deficiências também e ajudar na aproximação das pessoas, interagindo, compreendendo o trabalho em conjunto, a mensagem a ser transmitida pelas sensações e emoções que o espetáculo desperta, não só através da fala (linguagem oral), mas a expressão também é muito importante. E tudo isso provoca no expectador sentimentos de prazer, proporcionando novos ensinamentos. Um exemplo de trabalho pode ser a escolha de um texto de alguma história de Charles Chaplin, onde através dos gestos e expressão corporal a mensagem é transmitida.
Divulgando essa arte feita com surdos, contribui para que a inclusão social aconteça de forma plena.
(PATRÍCIA WEISS)

O teatro é um grande amigo de todos aqueles que têm algum tipo de deficiência, a arte em geral é uma beneficiadora de muitos progressos dentro dessa área de auto-estima ao deficiente, mostrar a família que independente do problema somos todos iguais e todos nós podemos desenvolver habilidades sejam quais forem com os obstáculos que tivermos justamente para superá-los!
É um trabalho que requer muita paciência, experiência, compreensão, mas de muita ajuda a todos deficientes que precisam desenvolver suas mentes, seus corpos, gerar maior segurança, estímulos, o teatro principalmente por ter todas as artes contidas nele, acaba sendo um gerador de criatividade e imaginação enormes tanto para os deficientes como para aqueles que estão ensinando há uma troca de ambas as partes todos aprendem.
Incluí-los na vida social é de suma importância para o desenvolvimento do deficiente como ser humano, como espírito em evolução, sua aceitação sobre a deficiência e a da família principalmente, ajudam no processo de viver em sociedade e participar da vida como todos.
E nenhum espírito vem deficiente atoa, tem um motivo para que nesta encarnação ele reencarne com essa ou tal dificuldade fruto de alguma ação de suas vidas passadas que precisa resgatar agora e nesse processo a família tem participação geralmente, inclusive os médicos que cuidam, especialistas podem estar envolvidos na trama do passado, não é regra geral, mas pode haver afinal ninguém está aqui com o outro por mero acaso.
A arte é e será sempre um instrumento para todos que tem algum tipo de problema físico, mental, e também é de grande ajuda para todos que não portam nenhum tipo de deficiência. Muitos de nós devíamos procurar na arte ajuda e apoio para melhor desenvolvermos a nossa vida. A arte faz-nos ver tudo de um outro ponto de vista e passamos a encarar nossa vida com mais compreensão, sentimento e profundidade. A arte e especialmente o teatro faz com que nós descubramos muitas realidades sobre nossa alma, as nossas capacidades, como somos, ele mexe em todo ser e para isso o ator tem que deixar isso acontecer e não travar, o processo é enriquecedor em todos os pontos. Experimentem!!!

Dia 16 de outubro a Cia de Artes Monteiro Lobato apresenta “Rascunhos” a peça 4 em 1! Sexta às 21 horas no Teatro Plínio Marcos localizado no Shopping Pompéia Nobre. Ingressos R$ 20 com apresentação do flyer 10! Censura Livre!

Valeu galera pelas perguntas e comentários de ontem, na próxima terça responderemos os questionamentos. Vamos colocar os vídeos na ordem que foram pedidos, aguardem. Isso aí pessoal, agitem o pedaço, mandem textos para quinta, enviem fotos, peçam seus vídeos!!!

E aguardem notícias sobre a estreia de “As Notas” em novembro!!! Nosso primeiro drama! Muita história vai rolar dentro de uma família desestruturada, ambição, dor, suicídio, personagens complexas e seus dilemas, em novembro “As Notas” mais uma produção da Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!!

Galera todos somos deficientes da alma!!!


Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
O pesadelo é longo!!! Deixa Gioconda louca, louca... As cartas são as caras de todas as pessoas que ela enganou... Vai pagar Giocondaaaaaa...

O pesadelo de Gioconda!!! Cartas gigantes assombram sua vida... Bola de Cristal, previsões, mentiras... Vamos te pegar cartomante salafrária...

Aqui Lúcia(Patrícia) recebe Alonsio o marido desencarnado de Gioconda (Maria Creuza) e uma mensagem do além cai como uma bomba!!!!

Juca fez chapinha em seu cabelo com o dinheiro ganho na bola de cristal... Haja previsões!!!!




"Vídeo Arte" - Lady Gaga - "Paparazzi" - Um vídeo bem realizado com uma crítica bem feita contra os fotógrafos que estão sempre querendo as fotos das celebridades nem que precisem ultrapassar todos os limites do bom senso!!! Um pedido de Mona!!!









terça-feira, 29 de setembro de 2009

O ESPÍRITO - RESPOSTAS - 31

Olá galera sumida, onde foi parar todo mundo, cortaram a internet??? Hoje é dia de responder algumas questões aqui deixadas na semana passada. Você já sabe, se tiver alguma dúvida só mandar para nós que tentaremos responder... Vamos lá galera!!!!

A Patrícia pergunta sobre a novela “Alma Gêmea” atualmente em reprise. Onde Rafael(Eduardo Moscovis) se apaixona por Serena (Priscila Fantini) após saber que ela é a reencarnação de Luna (sua mulher que desencarnou.) pois antes de saber não sentia nada. Ela questiona se é justo para a prova deles, ele deveria saber disso, não poderia se apaixonar primeiro e saber depois, afinal o amor é natural, puro, sincero e não vem com detalhes do passado como a novela mostra. Realmente quando nos apaixonamos por alguém ou nos aproximamos com intenções de relacionamento não sabemos se a pessoa já foi algo nosso em nossas vidas passadas, mesmo porque isso não interessa o que conta é o presente. O ideal é que nenhum dos dois soubesse de nada sobre a outra vida justamente para não atrapalhar a atual. O natural seria ele se apaixonar por Serena sem idéia de quem ela foi e com o tempo mediante as semelhanças de atitudes, demonstrações de gostos parecidos com Luna ele poderia identificar a outra vida, como acontece conosco mesmo depois de um tempo temos a impressão que já conhecíamos tal pessoa, mas raramente temos tantos detalhes do passado. Mas como é uma novela e precisa ter conflitos que preencham tantos capítulos tudo pode acontecer para prender o telespectador. E como sabemos a maioria de nós está aqui para reconciliar e para isso o melhor é nunca sabermos o que ocorreu no passado e deixar a relação do presente seguir seu curso naturalmente.

A Laís Ceará colocou vários questionamentos: Como evoluir se não sei quais erros cometi no passado? Nós reencarnamos com o véu do passado justamente para que a lembrança do que fizemos não nos atrapalhe a evolução, ela tem que partir do presente, nossas atitudes, o que somos vai fazer nossa evolução sem a necessidade de conhecer os erros do passado, mesmo porque pelas nossas tendências, vícios, ações temos uma idéia de como fomos nas outras vidas e do que precisamos melhorar. Nós não suportaríamos viver sabendo das nossas outras histórias. Somos colocados onde precisamos com os espíritos que temos que conviver e tentar fazer com que a reencarnação dê certo.
Ela também pergunta: Se a minha reencarnação piora de vida como posso evoluir? Ex: Um médico medieval que ajudava as pessoas que se torna um soldado de guerra que mata pessoas. Ora, os pecados da guerra dele não farão com que seu espírito se afaste do processo evolutivo? Primeiro lugar temos que lembrar que a guerra é coisa do homem não existe na programação de ninguém e nem do planeta, e se viramos um soldado de guerra em uma vida independente do que fomos em outra, tem um motivo, além do que o homem vai para guerra para defender seu país, sua família, se ele tiver que matar por isso que seja somente por defesa e não tenha o prazer de matar sem dó, sem sentimento, por loucura, se assim proceder vai responder muito no futuro, agora se ele apenas cumprir seu dever de soldado terá suas atenuantes. E não o atrapalha em sua evolução, com certeza estar na guerra e ser um bom soldado como espírito terá um bom aprendizado, mesmo sendo algo do homem. Nós responderemos pela guerra com certeza, mas cada um mediante as suas ações dentro dela. E no exemplo dado por você esse espírito com certeza ajudará muitos soldados com os conhecimentos de médico que trouxe de outra vida.
Ela questiona ainda: Como corresponder a evolução do espírito se a vida do reencarnado e as condições que o cerca pioram exponencialmente? Como melhorar se eu não sei o que eu errei para melhorar? Primeiro a nossa evolução é espiritual e moral não material, assim sendo não importa se o espírito nasça pobre ou rico ele terá que se esforçar para melhorar e evoluir moralmente sofrendo as tentações ou da riqueza ou da pobreza, é o esforço do espírito que conta, sua moral é o que levará ao sucesso da encarnação ou ao fracasso independente da sua condição social. E claro tem um porque de um espírito nascer rico e outro em condições mais difíceis tudo mediante as suas vidas passadas, nada é por acaso, mas sempre lembrando a evolução nossa é moral.
Como respondi acima não precisamos saber o que erramos, estamos aqui para acertar e a espiritualidade sabe onde nos colocar, com quem, para quê. O passado está arquivado, o que nos interessa é fazer melhor agora e com a educação que recebemos, pelo discernimento que temos do certo e do errado vamos simplesmente fazendo nossa encarnação agora, o que conta são os acertos do presente que poderão apagar os erros do passado sem que para isso eu saiba o que fiz, a lembrança do passado pode nos desequilibrar, nos travar, e até nos distanciar dos espíritos que precisamos conviver no presente. Assim vivamos o presente para que tenhamos futuros cada vez melhores.

Anônimo Júnior pergunta se parapsicologia e espiritismo são correlatos. A parapsicologia ajuda muito para que os cientistas percebam que o espiritismo tem razão sobre muitos fatos que apresenta sobre a espiritualidade, mas mesmo assim ainda os cientistas não confirmam nada do que a parapsicologia comprova, e lógico ela também aponta fraudes, é a doutrina juntamente com a ciência para esclarecer a verdade. A parapsicologia investiga e analisa os médiuns. Mas hoje em dia que eu saiba isso está parado e sem evolução.

Thiago quer saber qual a mediunidade mais complicada de educar. A mediunidade não é complicada em nenhum sentido, ela é um recurso dado a muitos por necessidade de cada um. O que é complicado é educar o médium, esse sim é o que precisa de maior disciplina e educação mediúnica para que sua mediunidade seja equilibrada. O problema é o médium e não a mediunidade que é simples, tranqüila e que pode nos ajudar dentro de vários fatores em nossas vidas. O médium precisa acordar para sua realidade.

Isso aí galera espero que todas as respostas estejam claras, se ainda houver alguma dúvida é só questionar novamente pessoal!!!

Dia 16 de outubro sexta às 21 horas no Teatro Plínio Marcos localizado no Shopping Pompéia Nobre, A peça 4 em 1! “Rascunhos”. Ingressos 20 reais e com o flyer 10! Censura Livre! Vai ser uma loucura!!!!

Galera vamos esquecer o passado e viver o presente!!!!!


Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
A trilha sonora correndo solta e Juca e Chaveirinho só no balanço, hum Bolota pode ficar para trás...

Juca parece que levou um choque de 220, olha a cara dele e o cabelo!!!! Nossa Jucaaaaaaaaaa....

Juca e Gioconda preparam a bola de cristal para o grande momento!!!!

Bolota sacode tanto Chaveirinho que a foto balançou todinha!!!!!


"Vídeo Arte" - Kelly Llorenna - "Brighter Day" - Um dia mais brilhante - Cada dia pode ser melhor que o outro, mais claro, mais luz, mais tudo...

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

CRÔNICA DA ALMA - OS RADICAIS!

O ser humano gosta de testar suas capacidades, seus limites. Hoje em dia há vários esportes chamados de radicais que colocam o homem em adrenalina total e alguns chegam ao limite extremo inclusive de perigo máximo e de morte.
Por que será que o homem gosta de arriscar sua vida? O que leva alguém quase morrer ao praticar esses esportes?
Há o desafio de vencer a morte, a própria vida, de se achar invencível, indestrutível, e em alguns casos perde-se realmente a vida por se achar um super homem.
Há o fator de livrar-se do stress, sentir-se livre onde ninguém comanda nada a não ser você, sensação de liberdade, alcançar o impossível. Nada contra a prática desse tipo de esporte, aliás eles são muito seguros, tem um acompanhamento especializado, o problema é que muitos sempre querem desafiar um pouco mais e aí acabam caindo no perigo extremo. São radicais totais sem importar com as conseqüências e elas em alguns casos podem ser desastrosas. O homem é um amante do perigo.
O interessante é que ser radical não prejudica só no esporte às vezes, prejudica na vida também. Muitos de nós somos radicais!
Pessoas radicais são aquelas que não aceitam nada que não seja do seu jeito. Estão sempre provocando discussões por quererem impor suas vontades, são radicais ao extremo que não admitem uma mudança se quer em nada, essa mudança se for boa tem que vir deles, dos radicais.
Muitos sofrem ao conviver com os radicais, pode ser no ambiente de trabalho, chefes, amigos, conhecidos, na escola com professores que só querem às vezes prejudicar os alunos. Muitos usam do radicalismo simplesmente para mandar, para impor suas ideias. Mas com certeza onde o radicalismo humano impera é na família, entre todos que dizem que se amam, é dentro desse núcleo que ser radical é quase para todos.
Precisamos entender o radical dentro da família, porque muitas das posições tomadas pelos pais principalmente levam a fama de radicalismo e na verdade é educação, é proteção, é dar o limite. Já outros pais acabam caindo no radicalismo propriamente dito tolhendo as vontades e desejos de seus filhos gerando um grande conflito de relações. Em outros pontos os filhos usam de radicalismo para colocarem os pais contra parede e conquistarem o que desejam, ameaçam, discutem, pintam e bordam, não há harmonia.
O que precisamos é achar um ponto de equilíbrio entre o ser radical e ser maleável. Porque em alguns momentos na vida todos nós precisamos tomar algumas decisões radicais para salvar a situação, e outras vezes precisamos ser mais flexíveis para contornar alguns momentos da vida, tudo é motivo de raciocinar, pensar com critério, ponderar no que é preciso, isso vamos aprendendo com o tempo e com a própria vida.
Praticar esportes radicais é show, somente precisa de toda segurança possível e não querer ir mais do que é permitido. Ser radical na vida pode prejudicar a todos inclusive o radical deixando marcas por tempos que não sabemos quando serão apagadas.
No esporte e na vida precisamos ser mais humanos, mais lógicos, sentir a ação em que estamos e raciocinar como devemos agir, como devemos praticar, como devemos ser na realidade, tudo têm um motivo, contudo usar a inteligência pode evitar muitas atitudes desnecessárias sejam radicais ou não.
Sair vivo das loucuras em que nos metemos é a melhor solução.
Ter o controle do que estamos fazendo é essencial para que aprendamos a viver cada dia melhor do que o outro, saber dirigir a própria vida, saber o caminho a seguir sem radicalismo, sem barreiras, faz com que nos construamos como pessoas, espíritos.
Há momento para tudo na vida, inclusiva para ser radical...

Não percam a apresentação de “Rascunhos” A Peça 4 em 1!!! Dia 16 de outubro, sexta, às 21 horas no Teatro Plínio Marcos, no Shopping Pompéia. Censura Livre. Ingressos R$ 20,00 com apresentação do flyer 10 reais!!! Aguardem mais notícias!!!

Mandem seus textos para quinta, enviem suas fotos, peçam seus vídeos, o blog está aí de segunda à sexta para que seja devorado por todos!!!! Se alguém quiser conhecer nossa Cia mandem email com nome completo, idade (acima de 16 anos) e fone para contato. Nossos ensaios ocorrem todos os domingos pela manhã!!!

Galera nova semana no ar vamos agitar essa vida, nada de preguiça, de má vontade, tem muito a ser feito pessoal a vida está aí, vamos encarar e continuar!!!





Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
Assim como a bola de cristal da Gioconda não vê mais nada, a foto também ficou meia fora de nitidez, tudo meio nebuloso!!!

Juca faz promessa aos pés da Santa Gioconda dos desesperados!!!! Isso não vai prestar....

Juca com seu novo penteado juntamente com Gioconda em mais alguma aventura louca!!!!

Entra em cena a cartomante voadora, gira, gira e gira até cair... Só sabe-se onde....




"Vídeo Arte" - Soraya - "Suddenly" - De Repente! De repente algo acontece em nossas vidas, de repente tudo é capaz, de repende é só viver...






sexta-feira, 25 de setembro de 2009

ESPÍRITO É CULTURA - RÁDIO VIDA!!!

Sexta passada era o dia da Tv Tupi, hoje é o dia do rádio, há 87 anos está no ar aqui em nosso país.
E não há nada tão comum como um rádio em nossas casas. Praticamente todos têm um, e ele é fácil de ter pelo seu tamanho, cabe em qualquer lugar podemos carregá-lo na rua, no ônibus, hoje então com o celular, o rádio provavelmente é o meio de comunicação mais difundido em nosso território.
Para muitas pessoas o rádio é um companheiro diário principalmente para aquelas pessoas que vivem sozinhas, ou passam um bom tempo sem ninguém por perto. Com uma programação para todos os gostos todos são contentados no que desejam ouvir. Hoje há rádios segmentadas que só tocam um tipo de música, só tem notícias, variedades, misturam noticiário com programas musicais, há estações de rádios para escolher a gosto do ouvinte.
O rádio já teve seus tempos áureos entre as décadas de 30 e 50, quando a Rádio Nacional do Rio de Janeiro era líder em todo território nacional, com programas de calouros, musicais, humorísticos, rádioteatros e rádionovela, a Nacional foi uma fábrica de estrelas das quais muitas passaram para a televisão quando esta surgiu em nosso país.
Com um auditório sempre lotado de fãs, os programas da Rádio Nacional eram de absoluto sucesso, nomes como Paulo Gracindo, Brandão Filho, Carmem Miranda, Emilinha Borba, Francisco Alves, Cauby Peixoto, Mário Lago, Marlene, Ângela Maria, Dalva de Oliveira, e muitos outros passaram pela Nacional que era como se fosse a Globo nos dias de hoje. E o ouvinte em casa ficava imaginando as imagens em sua cabeça, criava as cenas da rádionovela, a imaginação era mais ativa naquela época.
O rádio é um grande veículo de comunicação atinge qualquer cidadão seja rico ou pobre, abre fronteiras trazendo notícias de todas as partes do mundo, ele cobre o planeta, em qualquer momento sempre há alguém ouvindo as ondas do rádio.
Quando a televisão surgiu muitos disseram que o rádio acabaria, apenas houve uma transformação, ele deixou de ser o objeto principal da casa, mas continua até hoje a fazer parte de nossas vidas, muitos vêem o futebol pela TV, mas com a narração do rádio, ele pode ter pedido seu reinado, mas continua firme enchendo nossas casas com seu som.
Há duas freqüências principais a AM e a FM, a primeira mais voltada ao noticiário e programas culturais ou de variedades a segunda mais voltada para as músicas e com programas de humor, há uma diversidade enorme de estações transmitindo mil e uma coisas. Nós ouvintes precisamos saber bem o que escolher, o que ouvir, porque também há muito lixo no ar e somos nós que mantemos porque damos ibope para esses tipos de programações que na verdade não trazem nada de bom, nem diversão, precisamos ser bem criteriosos no que queremos ouvir. Não podemos deixar nossos ouvidos perdidos nas ondas do rádio.
O que mais ouvimos certamente é música e as rádios tem uma oferta enorme de tipos e variedades musicais, rádios que tocam só MPB, outras rock, sertanejo, internacional, pop, músicas que são a trilha sonora de nossas vidas de nossas cenas diárias, enquanto fazemos alguma coisa a música do rádio acompanha –nos em casa, no trabalho, na rua, nós fazemos nossa sonoplastia.
E ainda dizem que vem aí a era digital do rádio que trará novas transformações neste veículo e para nós ouvintes é só esperar.
As vozes estão no ar pelas ondas que nos envolvem só ligar nosso rádio e o mundo entra em nossa casa seja ele das notícias ou musical, e tudo se modifica como se alguém falasse conosco e olha que tem gente que conversa com os locutores, responde, briga com o rádio, ele tira a monotonia, a depressão de nossas vidas, nos dá alegria, informa e esclarece. Rádio é um grande amigo de todos nós!!!

O pessoal sumiu será o frio na primavera, ou nosso blog está chato??? E aí galera onde estão vocês??? Deem sugestões, critiquem, peçam algo, este espaço é nosso, vamos usá-lo da melhor forma possível.

E nós da Cia de Artes Monteiro Lobato informamos que iremos nos apresentar no Teatro Plínio Marcos no dia 16 de outubro, sexta feira às 21 horas com a peça “Rascunhos” será nossa primeira apresentação para um novo público fora de nossa região aqui em Sampa, venham nos prestigiar, Teatro Plínio Marcos – Shopping Nobre – Pompéia, Rua Clélia, 33. Censura Livre Ingressos R$ 20 reais com apresentação de flyer R$ 10. Aguardem mais notícias!!!

Galera vamos fazer nossa rádio alcançar as alturas, a rádio vida!!!!!







Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
Todos na mesma ciranda, turbilhão de emoções e sentimentos!!! Uma grande viagem das almas...
Essa aí pensa que é a Madre Teresa de Cálcuta brasileira, pura como um latão de lixo... Ventre louco!!!!

Uma inocente alma se depurando e a outra alma pronta para queimá-la no inferno dos sentimentos.... Que macabro!!!

As quatro almas em conflito, cada uma querendo ser melhor que a outra e ao mesmo tempo destruir! São almas caridosas...


"Vídeo Arte" - Robert Miles - "Children" - Crianças - Como é bom manter o espírito de criança e sonhar acordados sem preocupações com a vida... Brincar é muito bom, devemos fazer isso de vez em quando!






quinta-feira, 24 de setembro de 2009

ALMA LIVRE - DA GRÉCIA AO MODERNO!

A Origem e Evolução do Teatro

A origem do teatro pode ser remontada desde as primeiras sociedades primitivas, em que acreditava-se no uso de danças imitativas como propiciadores de poderes sobrenaturais que controlavam todos os fatos necessários à sobrevivência (fertilidade da terra, casa, sucesso nas batalhas etc), ainda possuindo também caráter de exorcização dos maus espíritos. Portanto, o teatro em suas origens possuía um caráter ritualístico. Com o desenvolvimento do domínio e conhecimento do homem em relação aos fenômenos naturais, o teatro vai deixando suas características ritualistas, dando lugar às características mais educacionais. Ainda num estágio de maior desenvolvimento, o teatro passou a ser o lugar de representação de lendas relacionadas aos deuses e heróis.Na Grécia antiga, os festivais anuais em honra ao deus Dionísio (Baco, para os latinos) compreendiam, entre seus eventos, a representação de tragédias e comédias. As primeiras formas dramáticas na Grécia surgiram neste contexto, inicialmente com as canções dionisíacas (ditirambos).A tragédia, em seu estágio seguinte, se realizou com a representação da primeira tragédia, com Téspis. A introdução de segundos e terceiros atores nas tragédias veio com Ésquilo e Sófocles. Surgiu também a peça satírica: o conservador Aristófanes cria um gênero sem paralelo no teatro moderno, pois a comédia aristofânica mesclava a paródia mitológica com a sátira política. Todos os papéis eram representados por homens, pois não era permitida a participação de mulheres.Os escritores participavam, muitas vezes, tanto das atuações como dos ensaios e da idealização das coreografias. O espaço utilizado para as encenações, em Atenas, era apenas um grande círculo. Com o passar do tempo, grandes inovações foram sendo adicionadas ao teatro grego, como a profissionalização, a estrutura dos espaços cênicos (surgimento do palco elevado) etc. Os escritores dos textos dramáticos cuidavam de praticamente todos os estágios das produções.Nesse mesmo período, os romanos já possuíam seu teatro, grandemente influenciado pelo teatro grego, do qual tirou todos os modelos. Nomes importantes do teatro romano foram Plauto e Terêncio. Roma não possuiu um teatro permanente até o ano de 55 a.C., mas segundo é dito, enormes tendas eram erguidas, com capacidade para abrigarem cerca de 40.000 espectadores.Apesar de ter sido totalmente baseado nos moldes gregos, o teatro romano criou suas próprias inovações, com a pantomima, em que apenas um ator representava todos os papéis, com a utilização de máscara para cada personagem interpretado, sendo o ator acompanhado por músicos e por coro.Com o advento do Cristianismo, o teatro não encontrou apoio de patrocinadores, sendo considerado pagão. Desta forma, as representações teatrais foram totalmente extintas.O renascimento do teatro se deu, paradoxalmente, através da própria igreja, na Era Medieval. O renascimento do teatro se deveu à representação da história da ressurreição de Cristo. A partir deste momento, o teatro era utilizado como veículo de propagação de conteúdos bíblicos, tendo sido representados por membros da igreja (padres e monges). O teatro medieval religioso entrou em franco declínio a partir de meados do século XVI.Desde o século XV, trupes teatrais agregavam-se aos domínios de senhores nobres e reis, constituindo o chamado teatro elisabetano. Os atores - ainda com a participação exclusiva de atores homens - eram empregados pela nobreza e por membros da realeza. O próprio Shakespeare, assim como o ator original de Otelo e Hamlet, Richard Burbage, eram empregados pelo Lorde Chamberlain, e mais tarde foram empregados pelo próprio rei.Na Espanha, atores profissionais trabalhavam por conta própria, sendo empresariados pelos chamados autores de comédia. Anualmente, as companhias realizavam festivais religiosos, e sobretudo no século XVII, as representações nas cortes espanholas encontravam-se fortemente influenciadas pelas encenações italianas. Os nomes mais proeminentes deste período (a chamada idade de ouro do teatro espanhol) foram Calderon de La Barca e Lope de Vega.Foi mais notadamente na Itália que o teatro renascentista rompeu com as tradições do teatro medieval. Houve uma verdadeira recriação das estruturas teatrais na Itália, através das representações do chamado teatro humanista. Os atores italianos deste, basicamente, eram amadores, embora já no século XVI tenha havido um intenso processo de profissionalização dos atores, com o surgimento da chamada "Commedia Dell'Arte", em que alguns tipos representados provinham da tradição do antigo teatro romano: eram constantes as figuras do avarento e do fanfarrão.Devido às muitas viagens que as pequenas companhias de Commedia Dell'Arte empreendiam por toda a Europa, este gênero teatral exerceu grande influência sobre o teatro realizado em outras nações. Um dos aspectos marcantes nesse teatro foi a utilização de mulheres nas representações, fato que passou a se estender para os outros países.No século XVII, o teatro italiano experimentou grandes evoluções cênicas, muitas das quais já o teatro como atualmente é estruturado. Muitos mecanismos foram adicionados à infra-estrutura interna do palco, permitindo a mobilidade de cenários e, portanto, uma maior versatilidade nas representações.Foi a partir do século XVII que as mulheres passaram a fazer parte das atuações teatrais na Inglaterra a na França. Na Inglaterra, os papéis femininos eram antes representados por jovens atores aprendizes. Na França, uma das atrizes que outrora havia sido integrante do grupo de Molière passou a fazer parte do elenco das peças de Racine. Therese du Parc, conhecida depois como La Champmesle, foi a atriz que primeiro interpretou o papel principal de Fedra, da obra de Racine, tornando-se então uma das principais atrizes da chamada "Commedie Française".No Brasil, o teatro tem sua origem com as representações de catequização dos índios. As peças eram escritas com intenções didáticas, procurando sempre encontrar meios de traduzir a crença cristã para a cultura indígena. Uma origem do teatro no Brasil se deveu à Companhia de Jesus, ordem que se encarregou da expansão da crença pelos países colonizados. Os autores do teatro nesse período foram o Padre José de Anchieta e o Padre Antônio Vieira. As representações eram realizadas com grande carga dramática e com alguns efeitos cênicos, para a maior efetividade da lição de religiosidade que as representações cênicas procuravam inculcar nas mentes aborígines. O teatro no Brasil, neste período, estava sob grande influência do barroco europeu.Ao cabo do século XVIII, as mudanças na estrutura dramática da peças foram reflexo de acontecimentos históricos como a Revolução Industrial e a Revolução Francesa. Surgiram formas como o melodrama, que atendia aos gosto do grande público. Muitos teatros surgiram juntamente com esse grande público.No século XIX as inovações cênicas e infra-estruturais do teatro tiveram prosseguimento. O teatro Booth de Nova York já utilizava os recursos do elevador hidráulico. Os recursos de iluminação também passaram por muitas inovações e experimentações, com o advento da luz a gás. Em 1881, o Savoy Theatre de Londres foi o primeiro a utilizar iluminação elétrica.Os cenários, assim como o figurino, procuravam reproduzir situações históricas com um realismo bastante apurado. As sessões teatrais, em que outrora encenavam-se várias peças novas ou antigas, foram passando a ser utilizadas apenas para a encenação de uma peça. Todas as inovações pelas quais o teatro foi passando exigiram o surgimento da figura do diretor, que trata de todos os estágios artísticos de uma produção.Ao final do século XIX uma série de autores passaram a assumir uma postura de criação bastante diversa da de seus predecessores românticos, visando a arte como veiculo de denúncia da realidade. Escritores como Henrik Ibsen e Emile Zola foram partidários dessa nova tendência, cada qual com sua visão particular.O teatro do século XX caracteriza-se pelo ecletismo e pela grande quebra de antigas tradições. O "design" cênico, a direção teatral, a infra-estrutura e os estilos de interpretação não se vincularam a um único padrão predominante. Entretanto, pode-se dizer que as idéias de Bertolt Brecht foram as que mais influenciaram o teatro moderno. Segundo dizia Brecht , o ator deve manter-se consciente do fato que esta atuando e que jamais pode emprestar sua personalidade ao personagem interpretado. A peça em si, por sua vez, assim como a mensagem social nela contida, deveria ser o supremo objeto de interesse. Para tanto, os espectadores deveriam ser constantemente lembrados que estão vendo uma peça teatral e que, portanto, não identifiquem os personagens como figuras da vida real, pois neste caso a emoção do espectador obscureceria seu senso crítico.Dado o seu temor no caso dos atores mostrarem-se incapazes de desempenhar os papéis com tanta imparcialidade, Brecht utilizou vários recursos que libertariam as encenações de quaisquer ilusões de realidade que poderiam ser criadas nas mentes dos espectadores. A cenografia se dirigia a muitos efeitos não-realísticos, assim como as próprias atividades de mudança de palco podiam ser vistas pelo público. No teatro contemporâneo tanto as tradições realistas como as não-realistas convivem simultaneamente.

Galera essa é uma idéia de como tudo começou, mas que deixa bem claro a origem e a evolução dessa arte que ao mesmo tempo é tão simples e grandiosa. Dá um imenso trabalho produzir uma peça, colocá-la em cena, exige uma concentração e disciplina enormes de todos os envolvidos. Quem quer participar, ser ator tem que ter em mente que não é só decorar os diálogos da sua personagem, subir no palco e representar, é muito mais do que isso, é conhecer a personagem profundamente, esmiuçar sua personalidade, quem é, ir fundo em sua alma, entender sua vida e participação na história a ser contada no palco.
O ator não pode ser ele no palco, tem que ser a personagem, acreditar no que está fazendo com muita naturalidade. Convencer o público de que ele é outra personalidade, são exercícios e mais exercícios para que o ator possa atingir o seu máximo em sua interpretação sendo o mais convincente possível.
Fora toda união que precisa haver entre o elenco para que possam ser cúmplices nas cenas, nos atos quando no palco, tudo tem que estar ligado cada um fazendo sua parte para juntos atingirem um único objetivo que é divertir, passar uma mensagem, despertar o espírito para sua própria alma. O teatro é um esclarecedor de massas, um questionador da realidade, coloca muitas vezes nossas vidas em xeque, faz com que a platéia questione, argumente... Ele às vezes é provocativo, choca, brinca, fala a verdade, conta uma linda mentira, teatro é vida acima de tudo, porque acontece ao vivo cara a cara com o povo!

Isso aí galera quando na quinta não houver textos de colaboradores que podem ser vocês enviando seus textos, iremos falar de teatro. Sua origem, atores, autores, diretores e muito mais!!!

Galera que tipo de ator são vocês na vida e no teatro?


Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
Que figura é essa que se aproxima??? Será a morte??? Ou um louco????Nada é um ator em cena...
Judith (Luciana) a recatada religiosa e Olívia (Fabiana) a bruxa perua após passarem dessa para melhor!!!

Um momento de meditação??? Uma conversa carvernal!!!! Clóvis (Bruno) e Renato (Mário)
A viúva na sua lamentação e seu marido desencarnado de olho em suas mentiras, e o outro espírito querendo vingança!!!






"Vídeo Arte" - Josh Groban - "Vincent - Starry, Starry Night" - Noite estrelada!!! Nossa vida tem estrelas???


















quarta-feira, 23 de setembro de 2009

PALAVRAS DO ATOR - PRIMAVERA DO ESPÍRITO!!!

Primavera!!!!

Chegou à estação das flores!!!
A cidade fica mais alegre, com suas flores coloridas.
É nesta época do ano que os ipês florescem.
Você sabe o que é um Ipê???
É a árvore mais linda que existe, quando chega o final do outono ela perde todas as folhas e no início da primavera ela floresce com lindas flores amarelas ou brancas.
O espetáculo dura pouco, porque as flores caem com muita facilidade deixando a árvore como estivesse seca até o nascimento de novas folhas.
Mas a primavera não é só de ipês, mas também de azáleas, rosas, margaridas, amores perfeitos e uma infinidade de flores e aromas.
Os dias são mais claros, o sol mostra seu brilho e ficamos mais alegres.
Que venham as flores, o sol e tudo mais.
E como disse Cecília Meirelles :
“Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.”
Aproveite esta estação maravilhosa!!!!!!!!!!!!!!
(Fabiana Vilela)

Primavera iniciou ontem com o resto do frio do inverno, hoje chove, por enquanto a primavera não mostrou sua cara. Mas é só aguardar alguns dias e com certeza ela fará nossa vida mais colorida com as flores nascendo nos jardins, nas ruas, em nossos vasos em casa, tudo fica diferente, os pássaros cantam com mais vontade, uma certa leveza invade o ar.
Nós espíritos eternos caminhamos em muitas vidas para podermos chegar à perfeição. E nesse trajeto todo estamos praticamente sempre na primavera porque reencarnamos de uma nova semente que se torna nosso corpo para usarmos aqui na Terra, crescemos, desenvolvemos aptidões novas ou já trazidas de outras paragens, estamos vivos para florescer nossas qualidades, nossas virtudes, nossas profissões, para termos conhecimento e ao mesmo tempo ensinar o que sabemos aos outros, somos como uma árvore que precisa dar frutos ou flores na vida caso contrário seremos solo seco como do deserto e não estamos aqui para sermos um campo cheios de pragas e ervas daninhas que destroem nossas plantações. Porém se isso acontece, se não estamos produzindo nada, sem flores e sem frutos, somos um jardim de apenas mato, uma árvore seca sem vida, então estamos sendo maus jardineiros e usando o adubo errado em nossas vidas.
Há tempo ainda de salvar nossa colheita se percebemos o pouco cuidado que estamos tendo com nosso campo. Vamos arar, remexer a terra, colocar viva no solo, pensar nas sementes que queremos ver florescer, ainda há tempo para pegar as enxadas, pás, tratores e mexer no solo seco e torná-lo produtível cheio de frutos e flores coloridas, é hora de colorir nossas vidas, de arrancar as ervas daninhas e matar as pragas de nossas vidas, é o momento de florescer juntamente com a primavera, basta um movimento, a vontade para sermos excelentes jardineiros e conseguiremos ter um campo fértil, florido e com muitos frutos, ainda dá tempo de salvar nossa primavera do espírito, vamos sujar as mãos no solo, jogar as sementes, regar com muito amor, colocar o adubo da vontade, a vitamina do trabalho e logo teremos um campo todo florido que invadirá outros campos dando exemplos, contaminando a todos a terem um imenso jardim cheio de árvores frondosas e muitas cores para encher os olhos de vida, e nós espíritos então vamos ver como crescemos, como evoluímos ao mexer nosso jardim da alma!

Pessoal enviem seus textos para a coluna de amanhã, mandem suas fotos, peçam seus vídeos. E se alguém se interessar em conhecer nossa Cia, envie um email com nome completo, idade (acima de 16), e fone para contato. Ensaiamos todos os domingos pela manhã.

Galera como estão cuidando de seus jardins???

Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
A viúva alegre, e o seu marido desencarnado prestes a dar o bote... Quem é o algoz, quem é a vítima???
Um velório de primeira... Falsa caridosa, uma bruxa viúva, um espírito obsessor... Todos reunidos para uma celebração...


Um verdadeiro cambalacho é essa história, todo mundo tem várias personalidades!!!

Dra. Marli (Maria Creuza) com a corda toda, animadíssima tenta acordar Clotilde (Fabiana) de seu apagão... Luiz Antônio (Jeferson) observa sua amiga de trabalho!!!


"Vídeo Arte" - Macy Gray - "I Try" - Eu tento - Nós tentamos fazer o que... ???




terça-feira, 22 de setembro de 2009

O ESPÍRITO - MÉDIUM É GENTE!!!

Hoje temos apenas uma pergunta, vamos a ela:
Thiago pergunta se o médium de psicografia pode psicografar e ao mesmo tempo falar através da psicofonia. Uma pergunta interessante, primeiro vamos esclarecer duas coisas para quem não sabe. Psicografia é a mediunidade em que um espírito escreve através de um médium que tenha essa mediunidade. Psicofonia, no popular chamada de incorporação, é a mediunidade em que o espírito fala através do médium, essas são as diferenças entre essas duas mediunidades.
Na psicografia o médium pode ser mecânico, ou seja, ele não tem controle de sua mão e não sabe o que está escrevendo no momento da psicografia. Pode ser semimecânico, não tem controle da sua mão, mas sabe o que escreve porque o pensamento do espírito passa pelo cérebro do médium, e o intuitivo que tem controle sobre a sua mão e recebe o pensamento do espírito através de sua mente.
Na psicofonia o espírito usa o aparelho fonador do médium, ou seja, as cordas vocais para transmitir sua mensagem. Neste caso o médium pode ser consciente ele sabe o que está falando, ou inconsciente ele não sabe o que o espírito fala através dele. O consciente é a mais comum, para que o médium possa ter um melhor controle e saber ser o filtro da comunicação.
Na verdade nos dois tipos de mediunidades tudo se dá através do pensamento entre espírito e médium.
Sobre o questionamento podemos dizer que é praticamente impossível a um médium psicografar e incorporar ao mesmo tempo, pois aí seriam três pensamentos diferentes em uma só mente, o pensamento do espírito que escreve, do que fala e mais o pensamento do médium tudo ao mesmo tempo com certeza ele não conseguiria nem escrever e falar claramente as ideias dos espíritos e confundiria mais ainda as suas.
Para que o trabalho seja apurado e a mensagem bem colocada o médium pratica suas mediunidades nas sessões espíritas cada uma de uma vez, ou seja, ele terá sua sessão de psicografia, a de psicofonia e os espíritos já preparados para incorporar ou escrever nas sessões adequadas.
Pelo que eu sei não há nenhum relato dessa natureza em nenhum livro da doutrina espírita. O que pode ocorrer é que alguns médiuns podem conversar normalmente enquanto psicografam quando são inconscientes, pois, não usam seus pensamentos neste momento, isso se dava às vezes com Chico Xavier, mas também não é comum, pois, médium e espírito precisam da concentração e disciplina para que a mensagem saia de acordo com o planejamento da espiritualidade.
Um médium dependendo da suas necessidades e débitos têm mais de uma mediunidade, psicografia, psicofonia, vidência, audiência, de passe, assim como o médium pode só ter uma para que ele se dedique somente em um tipo de mediunidade. O Chico tinha todas, mas a de psicografia era a sua ferramenta de trabalho principal.
Sempre lembrando que o médium não é um ser escolhido por Deus, ele não é diferente, não têm dons especiais, ele recebe a mediunidade ou pede para ter no plano espiritual antes de voltar à Terra para que possa ajudá-lo com seus débitos do passado que por serem tantos através da mediunidade se for bem exercida poderá abaixar suas contas com Deus!! Hahahah!
Muitos consideram a mediunidade como uma prova, uma dificuldade, ela só será se o próprio médium fizer dela uma barreira para sua vida, não aceitar, ou então se julgar um espírito privilegiado, aí ele se perde em sua vaidade.
A mediunidade nos ajuda em muitas coisas em nossas vidas, faz-nos melhorar como pessoas, passamos a ter outros olhos com relação a vida, ao próximo, a família, aos amigos, se soubermos usar a mediunidade para o bem só temos a ganhar em termos espirituais. Não devemos prometer nada a ninguém, nem fazer barganhas como fazíamos no passado com Deus, simplesmente fazer da mediunidade mais um instrumento para evoluirmos.
Ser médium não é deixar de viver como muitos pensam e ficar enfiado no centro espírita, quem entende a ciência espírita, o que ela quer dizer a todos nós, compreenderá que ela pede que vivamos muito.
O médium pode dançar, ir a festas, trabalhar normalmente, fazer sexo, namorar, ou seja, o médium tem que ter uma vida normal como qualquer outra pessoa, afinal ele não é nada diferente, repito, para ficar claro que médium é uma pessoa comum e que encarnado na Terra precisa viver livremente usando seu livre arbítrio.
Jamais vejamos o médium como algo de outro mundo, nem vamos colocá-lo em um pedestal, ou fazer elogios demasiadamente, médium é um espírito normal com defeitos, qualidades, tendências, virtudes, vícios, ele é gente!!!!

Nossa galera o tema rendeu, se houver alguma dúvida só mandar perguntas pessoal. Além de textos se quiserem publicar na quinta, fotos para nosso “Espaço Alma e Espírito” que faz tempo que não tem uma foto publicada. Perguntem, questionem, critiquem, deem sugestões, este espaço é aberto a todos!!!!

Galera você é médium???

Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
Os locutores da rádio bem animados tentam salvar a vida da dona de casa com tédio, Luiz Antônio e Dra Marli em seu show!!!
Clotilde ouvindo a Rádio Boa Alma!!! Seu ânimo é contagiante, um café da manhã e tanto... Embolorado!!!
Carta de referência de Honestina, com papel reciclado!!! E amassado...

Antes da apresentação torto e tremido, haja adrenalina!!!



"Vídeo Arte" - KSM - " I Want You To Want Me" - Eu quero que você me queira - Quem quer quem???

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

CRÔNICA DA ALMA - NÓS E AS ÁRVORES!!!!

21 DE SETEMBRO, DIA DA ÁRVORE

'Quando a última árvore...
...tiver caído,
quando o último rio tiver secado,
quando o último peixe for pescado,
vocês vão entender que dinheiro não se come.
"Martin Luther king"


A Natureza aclama sua ajuda.
Neste último século, o meio ambiente vêm sofrendo uma grande e acelerada transformação. E muitas destas alterações na natureza são praticamente irreversíveis a curto ou médio prazo. Se continuarmos com o mesmo ritmo de desenvolvimento, sem procurarmos estabelecer limites ao manejo e preservação dos recursos ambientais, a qualidade de vida no planeta diminuirá drasticamente.

Alguns dados alarmantes sobre o meio ambiente:
Entre dois e sete milhões de pessoas sofrerão anualmente com inundações, principalmente nas áreas costeiras onde a pressão demográfica aumenta e nos grandes deltas da África ocidental, da Ásia e do Mississippi. As populações pobres, incluindo as dos países desenvolvidos, serão as mais vulneráveis à mudança climática.

Antes do ano 2080, estimam os especialistas no documento de 1400 páginas, até 3,2 mil milhões de pessoas estarão expostos a uma severa escassez de água e 600 milhões à fome por causa das secas e da degradação e salinização do solo.
Os cientistas advertiram que o aquecimento afectará todas as formas de vida na Terra. "Entre 20 e 30 por cento das espécies vegetais e animais terão um risco crescente de extinção se o aumento da temperatura mundial se situar entre 1,5 e 2,5 graus centígrados por comparação a 1990", advertiu o IPCC.

A incidência de furacões nível 5 está aumentando consideravelmente. Em 2005, somente em torno do Oceano Atlântico, foram registrados 15 do tipo;
Nas últimas décadas, a média da temperatura mundial foi elevada em 0,7°C. No sul do Brasil, o aumento foi de 1,4°C;
Em 2005, aconteceram 360 desastres naturais, um aumento de 18% em relação a 2004; Em 25 anos, 620 mil mortes foram registradas em virtudes de desastres naturais; Desmatamentos e queimadas lançam, anualmente, mais de 200 milhões de toneladas de carbono na atmosfera;

Entre 2002 e 2005, a Amazônia perdeu 70.000km² de seu território em virtude de desmatamentos e queimadas indiscriminadas;
Até o final do século, prevê-se um aumento de até 7°C na temperatura da região semi-árida do nordeste brasileiro;
Atualmente, cerca de 1,2 bilhões de pessoas se encontram no estado de alta pobreza devido às condições climáticas de suas regiões;
Nos próximos 50 anos, o nível do mar deve subir entre 30 e 80cm, devido ao derretimento das calotas polares;

O aumento de temperatura registrados nos últimos 50 anos foi de 3°C;
O Brasil é quarto maior poluidor do planeta;
Nos últimos 12 anos, na Antártica já foram perdidos 14km² de gelo;
O prejuízo estimado com os desastres ambientais dos últimos 10 anos é de 570 bilhões de dólares;

Denuncie:
Denúncias relacionadas a agressões ambientais podem ser tratadas diretamente com o IBAMA, através da Linha Verde. A Linha Verde é um canal do Ministério do Meio Ambiente que, por meio da Ouvidoria do IBAMA, acolhe denúncias, sugestões e reclamações ligadas a temas ambientais.
Sua denúncia pode ser feita gratuitamente pelo telefone 0800-61-8080 ou pelo e-mail linhaverde.sede@ibama.gov.br
É necessário informar os dados mais precisos, para que a apuração da denúncia seja acelerada.

Seja voluntário da natureza.
Faça desse dia 21, um dia Especial para você, PLANTE UMA ARVORE.
Salvar a natureza, é salvar a própria vida.

Por Marcio Demari
PLANETA VOLUNTÁRIOS
Porque ajudar faz bem !
http://www.planetavoluntarios.com.br
A maior Rede Social de Voluntários e ONGs do Brasil !!!

Olá Galera!!! Já tinha minha crônica pronta na cabeça para hoje, mas recebi este artigo do Márcio Demari para colocar no blog e não podia passar de hoje, afinal hoje é o dia da árvore, quem se lembra disso???
Isso me fez lembrar que nós somos como uma árvore. Há cada encarnação somos plantados aqui na Terra para ver quais frutos poderemos dar. Começamos como sementes, brotamos e vamos crescendo, e cada árvore tem sua altura, seus galhos, pode ser bem verde, ou mais clara, enorme ou pequena, mas todos nós somos como as arvores, precisamos dar algum tipo de fruto ou pelo menos sementes boas para espalhar em nossas vidas.
Nossas raízes precisam ser firmes, grandes, para podermos enfrentar todos os ventos e tempestades da vida que ocorrem de tempos em tempos. Agüentar o sol quente que ilumina nossa vida, o frio gelado que bate em nossas folhas, não podemos esmorecer por nem um minuto. E na primavera da vida ficarmos alegres pelas flores que nascerão de nós e colorirão tudo a nossa volta!!!
Ser uma boa árvore depende totalmente de nós. Purificar nossa seiva, deixar nossas folhas sempre viçosas e alegres, nossas raízes fortes, tudo vem de nós, a árvore que somos ficará frondosa e dará bons frutos se nossos pensamentos e atitudes forem positivos, se a cada raio que ameace cair sobre nós soubermos nos defender com inteligência e capacidade para superar as agruras da vida. Os frutos virão.
Esses frutos devem ser suculentos, doces, de dar água na boca, cheios de sementes que cairão ao solo para que novos frutos nasçam. Saborear os frutos da vida também requer perspicácia, saber desfrutar desses frutos é uma receita para um futuro de muita felicidade.
As árvores e nós somos da natureza criada por Deus, cada um no seu habitat, contudo com várias semelhanças na vida.
Que árvore é você??
Forte? Frondosa?
Cheia de galhos?
Folhas verdes?
Que tipo de frutos estamos dando na vida???

Isso aí galera começamos a semana refletindo!!!!!
Mandem seus textos para a coluna de quinta, enviem suas fotos, peçam seus vídeos!!!! E se você quiser conhecer nossa Cia mandem email com nome completo, idade (acima de 16 anos) e fone para contato!!! Ensaiamos aos domingos pela manhã!!!!

Alguém plantou alguma árvore na vida????

Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!!Nós de novo!!! Prontos para entrar em ação!!!!!! Todas personagens juntas!!!! Isso não vai prestar...

Todo elenco antes do início do espetáculo!!!! Os loucos na preparação!


Nosso aquecimento antes da apresentação. Todo mundo concentrado! Onde?

Nós no Sepej!!! Antes de entrarmos em cena!! Jacqueline super animada !!!!!! E o povo na muvuca!!!!!


"Vídeo Arte" - She Moves - "Breaking All The Rules" - Às vezes dá uma vontade de quebrar todas as regras... Olha as consequências...










sexta-feira, 18 de setembro de 2009

ESPÍRITO É CULTURA - UM SONHO CHAMADO TUPI!

Com certeza a grande maioria não vai se lembrar e nem se tocar da data histórica que vivemos nesse 18 de setembro. Há exatamente 59 anos atrás era inaugurada a primeira emissora de TV do Brasil e da América Latina, entrava no ar a TV Tupi PRF -3 São Paulo, então canal 3 até 1960 quando passou a ser o canal 4 de São Paulo.
Em uma aventura de pioneiros nascia a nossa TV Tupi emissora dos Diários Associados, empresa de Assis Chateaubriand, ele que teve a iniciativa e mirabolante idéia de trazer a televisão para o nosso país. Assis um pioneiro nas artes, dono de jornais e rádios, abriria uma nova fonte de produção artística em nossa cidade, o empreendimento para a época era loucura, todos os equipamentos vieram dos Estados Unidos, chegaram ao porto de Santos e subiram a serra para serem instalados em um prédio no Sumaré onde eram os estúdios e sua base de transmissão, a antena de TV e seus transmissores foram instalados no centro da cidade no prédio do antigo Banco Banespa, ponto alto da cidade. Tudo era um grande sonho onde muitos entraram para viverem momentos de suas vidas que nunca mais serão esquecidos, muitos amigos de Assis entraram na sua idéia, outros se empolgaram com a novidade e assim o sonho foi se transformando em realidade.
Foram meses de preparo, instalação dos equipamentos, construção dos estúdios ao lado do prédio dos Diários Associados onde havia a Rádio Difusora, construíram dois estúdios o A e o B, o primeiro o principal e o outro para comercias, muitos artistas, atores, atrizes, cantores vieram do rádio no início das operações, onde muitas coisas foram improvisadas. O primeiro programa chamou-se TV na Taba!
A transmissão iniciou-se às 21 horas ao vivo. Durante os primeiros 12 anos da TV, ou seja, até 1962, toda programação era realizada ao vivo, pois, não existia o vídeo tape que só chegaria ao Brasil em 1962, quando passaram a gravar a programação com antecedência.
Imaginemos isso tudo ao vivo, como no teatro, ensaiava-se antes e no dia da apresentação era ao vivo com as câmeras transmitindo tudo, infelizmente por ser ao vivo, praticamente não há nada registrado daquela época, só quem viveu as emoções da inauguração e os anos seguintes na aventura de ser ao vivo, sabe o que foi e como tão audaciosos foram os pioneiros que apostaram na idéia de Assis e colocaram o barco para frente.
A programação inicial era somente das 20 horas às 23 horas, com documentários e programas ao vivo. Tudo era idealizado, imaginado por técnicos que vieram de rádio outros aprenderam na raça a mexer nos equipamentos eletrônicos que faziam as transmissões.
Nesse espaço no Alto do Sumaré foram realizados diversos teleteatros como Grande Teatro Tupi, TV de Vanguarda, TV de Comédia, programas humorísticos, infantis, novelas, a primeira telenovela foi ao ar em 1951 –“Sua Vida me Pertence” escrita e dirigida por Walter Forster, foi exibida ao vivo com capítulos com 20 minutos de duração nas terças e quintas as 20 horas, entre 21 de dezembro de 1951 e 15 de fevereiro de 1952, nela houve o primeiro beijo da novela brasileira protagonizado por Walter Forster e Vida Alves. E a partir daí muitas outras novelas vieram.
Uma época de dedicação, amor, impulso, paixão pela arte a TV Tupi era um celeiro de criatividades coordenadas pelo seu diretor artístico Cassiano Gabus Mendes que juntamente com Lima Duarte, Hebe Camargo, Walter George Durst, Vida Alves, Walter Forster, Dioniso Azevedo, Jota Silvestre e muitos outros davam vida aos estúdios da TV Tupi todas as noites, uma grande obra de arte era idealizada todos os dias e tudo com muito empenho, a Tupi era uma grande família, muitos objetos de cenas, cenários, figurinos eram trazidos pelos atores de suas casas, de amigos, os autores e diretores arranjavam, tudo tinha um jeito, antes de ir ao parecia que não daria certo mais à noite tudo estava no ponto e a transmissão corria bem por causa da garra e do amor de vários profissionais unidos em um mesmo objetivo que era proporcionar cultura e diversão a população.
A TV Tupi com o tempo cresceu tornou-se a Rede Tupi de Televisão ficando no ar até o dia 18 de julho de 1980, quando saiu definitivamente do ar por má administração e condições financeiras bem precárias, faltavam dois meses para que a Tupi completasse 30 anos de existência, fato que infelizmente não ocorreu.
O que devemos guardar em nossa memória é o fato cultural da Tupi ter sido a pioneira no Brasil na América Latina e fundamentalmente ter sido o berço da TV brasileira, pois, a programação das atuais redes abertas tem como base a idealizada nos tempos da TV Tupi, isso não mudou nesses 59 anos de televisão aqui no Brasil. E lembrar de todos que se envolveram nesse grande sonho que começou com Assis Chateaubraind e sua determinação de vencer e fazer o sonho ser verdadeiro, ele desencarnou em 1968 e a partir daí seu sonho que já vinha se quebrando tornou-se um pesadelo dos quais muitos pioneiros saíram e poucos ficaram até o final.
Como seria a programação da Rede Tupi hoje no século 21???
Contei apenas uma parte da história dessa TV que merecia mais consideração de todos nós e homenagens anuais para os pioneiros e desbravadores da comunicação neste país!!!!
Nossa alegria para todos que ainda estão aqui na Terra e para uma grande maioria que partiu para o plano espiritual e que merecem serem lembrados por suas iniciativas. Feliz 59 anos TV brasileira, que possamos ter uma melhor programação e maior respeito para com o público e menos preocupação com os números do ibope!
Haveria muito a dizer, mas o espaço é pequeno, muitas coisas boas e ruins aconteceram na Tupi era como uma família mesmo havia romances, brigas, conflitos, entendimentos, reconciliações, tentava-se de tudo para manter a emissora no ar, e eles conseguiram até onde puderam, problemas financeiros, políticos, econômicos foram muitas as causas do fim de suas transmissões, mas que muitos ainda tem na lembrança as imagens que o tempo não apaga jamais.

Minhas fontes de pesquisa para essa coluna foram os livros “TV Tupi Uma Linda História de Amor” de Vida Alves e “De Noite Tem... “ de Mauro Gianfrancesco e Eurico Neiva. Ótimos livros, o primeiro narrando a história da TV Tupi desde o início das suas transmissões até o fim e o segundo se detém na parte de teledramaturgia, teleteatros, novelas, séries, especiais realizados pela Tupi nos seus 29 anos de existência! Vale a pena uma leitura dessas duas obras para descobrir um outro lado da TV brasileira que ficou esquecida e que não há arquivo gravado, só na memória de seus pioneiros!!!!

Nossa Cia. de Artes Monteiro Lobato tem um projeto para o ano que vem quando a Tupi faria 60 anos, aguardem 2010!!!!

E amanhã estaremos no Sepej apresentando “Rascunhos” A peça 4 em 1! As 20 horas, ingressos R$ 5,00 ou algum produto de higiene! Censura livre. Acessem o site
www.sepej.org.com e vejam como chegar ao local!!!!

Galera um fim de semana cultural mil!!!!


Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!!
Uma das cenas mais quentes de "As Notas" onde muita roupa suja é lavada... vai pegar fogo!!!! Muitas notas se queimarão, aguardem o incêndio em novembro!!!!
Jeferson faz anotações.. do que? Hum... será da sua personagem?? Ou alguma receita de comida...

Agora como ator faz sua personagem e também dirige os outros atores e se auto dirige, vou pirar qualquer dia....

Diretor concentrado na direção dos atores e no texto e nas mudanças de posições e tudo mais o que é necessário, teatro muda constantemente, texto, marcação, tem coisas que funcionam e não no palco... Os atores????


"Vídeo Arte" Com imagens da Rede Tupi! Programa Clube Dos Artistas, a novela "A Viagem", concurso de Miss, noticiário, e chamada da novela "Xeque Mate"!


"Vídeo Arte" - Abertura da novela "Mulheres de Areia" primeira versão na Rede Tupi entre 1973 e 1974!


"Vídeo Arte" - Abertura modificada da novela "A Viagem" primeira versão na Rede Tupi! Entre 1975 e 1976!


"Vídeo Arte" - Pedido de Bruno - Ana Cañas - "Mandiga, Não" - Tudo haver com nosso blog hahahahha!!!!!

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

ALMA LIVRE - O ESPÍRITO É O QUE VESTE???

A história da fantástica aventura do jeans começou em Nimes, na França, onde foi fabricado pela primeira vez. No entanto, foi a indústria têxtil de Maryland, na Nova Inglaterra, que popularizou, em 1792, o uso desse tecido de algodão sarjado, que chamaram de denim por ser fabricado com as mesmas características do pano que se fazia em Nimes.
Por ser um tecido que não merecia grandes cuidados e era durável, no início ele era destinado a roupas para o trabalho no campo e também para os mineiros de ouro na Califórnia.
O jeans só se tornaria mais macio muito tempo depois, quando começou a ser lavado com pedras antes de ser posto à venda.
Esse jeans mais macio era produzido por um alfaiate da Califórnia, que fazia calças para mineiros, e que, mais tarde se associou à Levi-Strauss.
Utilizava-se o tecido, vindo de Maryland, e geralmente na cor marrom, para cobrir carroças.
Quando a venda de tecido para essa finalidade caiu, ele passou a ser utilizado na fabricação de calças, em uma modelagem resistente e própria para o trabalho das minas.
Depois, ao ser vendido em larga escala, o jeans (já tingido de azul - na verdade um tom verde, que com o tempo e a luz, ainda na tecelagem, vai se transformando no índigo blue) se tornaria o elemento principal de uma verdadeira revolução no modo de vestir.
Pode-se dizer que as atuais calças em jeans têm o mesmo estilo daquelas que fizeram sucesso com os mineiros, depois com todos os trabalhadores americanos, e, mais tarde, com os hippies, que as utilizaram como símbolo de rebeldia contra as roupas convencionais.
Assim, o jeans tornou-se um tipo de moda nascida não pela imaginação dos estilistas, vinda de cima para baixo, mas de baixo para cima, acabando por tornar-se um clássico da roupa.
Nomes da alta costura, como Jacques Fath, Pierre Cardin, Givenchy Pierre Balmain, e até o muito esnobe Van Cleef Arpels, acabaram por ligar suas etiquetas à trajetória do jeans como moda.
Ele tornou-se um fenômeno bastante singular.
Usado em todos os continentes por trabalhadores do campo e da cidade, foi adotado tanto pelos ricos quanto pelos pobres, curiosamente sempre conservando as características originais das primeiras calças feitas por Levi-Strauss.
Popularizado no cinema por astros como Marlon Brando e James Dean, o jeans passou a ser o símbolo de toda a geração que ligava rebeldia à liberdade (ou comodidade).
No início, foram os jovens que o usaram com entusiasmo, fugindo das roupas convencionais, na década de 40. Estes, quando adultos, nos anos 50 adotaram o jeans também como estilo casual, usando-o com camisa social, gravata e blazer.
O antigo modelo 501 da Levi-Strauss, com rebites e botões de metal, é até hoje o mesmo, inspirando o estilista americano Calvin Klein quando lançou a sua marca.
A propaganda de Klein, na época, tornou-se famosa. Ele colocou Brooke Shields, então a ninfeta do momento, num imenso outdoor em plena Times Square, Nova York, declarando: "Entre eu e o jeans não existe mais nada".
Pode-se dizer que também há uma grande intimidade entre o jeans e o espírito da própria sociedade contemporânea.
Verdadeira origem do estilo casual, as roupas de jeans aguçaram a criatividade e determinaram uma maneira de vestir.
O casual avançou tanto que os estilistas perceberam a necessidade de introduzir também mudanças na moda clássica, tornando-a mais moderna. Houve também resistência ao jeans, e muitos costureiros decretaram que em pouco tempo os homens também usariam saias.
Ou se vestiriam de maneira futurista, como os astronautas.
Nada disso aconteceu, mas descobriram-se novos tecidos, proporções e cortes que tornaram as roupas cada vez mais perfeitas.
A indústria da moda tornou-se gigantesca e democrática para abrigar várias tendências de estilo.
E o jeans foi incorporado a esse espírito.Trata-se de um caso único na história da roupa - um artigo que se tornou popularíssimo, mas que também pode ser usado por gente bem-vestida, e que ganhou incrível versatilidade.

Inventor:

O alemão Oscar Levi Strauss foi quem criou o jeans nos Estados Unidos no ano de 1853.
Era a época da febre do ouro na Califórnia, e como os mineiros necessitavam de uma roupa resistente, Strauss inventou algumas calças de lona que tinham três bolsos que se prendiam com tiras.
Foi patenteado em 1873. Seu invento foi aceito imediatamente, não só pelos mineiros, como também pelos agricultores, ferroviários e os vaqueiros.
Quando morreu, em 1902, Levi Strauss deixou uma fortuna de 1.600.000 dólares.
1880: Na fábrica de jeans que Levi Strauss havia montado em San Francisco nasce o famoso 501.
1890: As calças jeans que no princípio eram marrons começam a serem fabricadas na cor azul..
1910: As calças jeans começam a ter bolsos traseiros.
1930: O jeans começa a conquistar todo o Estados Unidos. Por estes anos, os milionários que viviam na costa Este passavam suas férias no Oeste onde para curtir o jeito de vaqueiro e adotaram imediatamente o jeans. Quando voltaram a suas cidades, todos seus amigos quiseram ter um jeans.
(Texto enviado por Luciano Francis – Cowboy!)

Muito bom esse texto dando a nós todos uma boa idéia da origem desse tecido que praticamente todos nós usamos! E hoje têm de várias cores, modelos, texturas diferenciadas, ou seja, tem para todos os gostos.
O jeans é para ser usado em todas as ocasiões ele combina com tudo, isso é bem prático para qualquer um, jeans está em nossa vida para sempre.
E nós quando formos para o plano espiritual poderemos nos vestir como mais gostamos porque somos nós mesmos que pelo pensamento e vontade fazemos nossas roupas, pelo menos não gastaremos em lojas ou com costureiras, hahahaha, eu vou com certeza usar bermuda, jeans, camiseta, regata, chinelos e botas que são de meu uso diário e com minha marca, hehehehe. Cada um poderá modelar seu vestiário a sua maneira de ser e sentir a vida.

Valeu Cowboy pela sua colaboração e quem mais quiser é só enviar seu texto para publicarmos aqui as quintas, enviem suas fotos e peçam seus vídeos. E se você quiser conhecer nossa Cia mande um email com nome completo, idade (acima de 16 anos) e fone para contato. Nossos ensaios ocorrem aos domingos pela manhã. teatromonteirolobato@globo.com

Neste sábado tem apresentação de “Rascunhos” no Sepej às 20 horas, ingresso: R$ 5,00 ou um produto de higiene. Censura livre. Acessem o site :
www.sepej.org.com e vejam como chegar!!!

Galera você é o que veste???

Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
A megera na peça mostra seu lado de louca na vida real... Cuidado com ela isso pega!!!
Mãe e filha na realidade e na ficção esperam o momento de atacar, digo de entrar em cena, olha a concentração, tal mãe, tal filha...
A filha, neta e sobrinha das três da foto abaixo tenta entender o que acontece, mas parece meia perdida na cena...


Uma loucura em cena, a megera, a vó insana e a tia alegre, nossa o drama quase virou uma tragédia! Segura esse elenco...


"Video Arte" - Mike and The Mechanics - "Over My Shoulder" - Por cima do meu ombro - Talvez se olharmos mais adiante veremos o que não queríamos ver...

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

PALAVRAS DO ATOR - TEATRO TERRA!!!

Minha vida é um teatro e a sua????

Minha vida é um teatro onde somente eu sou capaz de interpretar o meu papel!

Quando eu estava na pátria espiritual, estudei e me preparei para participar da grande peça teatral da vida.
Tive muitos professores, amigos que me incentivaram a vir para este planeta e interpretar este papel. Todos fomos orientados por um autor maravilhoso, que só poderia ser Deus!

Após 9 meses de preparação na barriga de mamãe, chegou o grande dia, o dia da estréia: o meu nascimento.
Minha personagem estava pronta para entrar em cena.

Deu frio na barriga. Será que eu realmente estava preparada? Depois de algumas indagações, resolvi, era o que eu queria. Afinal o grande autor me chamou e eu aceitei.
Tudo claro, tudo esclarecido e decidido, estreei nesta peça maravilhosa chamada Vida.
Sabia que no roteiro meu papel teria momentos bons, outros nem tanto, às vezes o sucesso bateria a minha porta e também muitas dificuldades a superar.
Ao entrar em cena, uma cláusula do contrato já passou a vigorar. A condição de não ter lembrança de nada que aprendi. Tudo foi apagado da minha mente, nenhuma recordação.
Será que estou representando meu papel conforme o roteiro?
Percebo que em alguns momentos meu desempenho sai do roteiro, dá um branco, mas com a ajuda do meu Mentor e do grande autor, improviso e retomo o script.
Aprendi que só existe uma maneira de interpretar nosso papel: seguir nosso coração, pensar pela nossa própria cabeça, trilhar pelo caminho do bem, amar o próximo e seguir sempre pelos ensinamentos de Jesus.
Saiba que compreender e aceitar o nosso papel nesta grande obra chamada Vida, cabe a cada um nós, pois somos capazes de interpretá-lo.
(Fabiana Vilela)

Esse nosso mundo só tem atores em cena, é um imenso palco onde as ilusões, desejos, sentimentos, atitudes, histórias praticamente acabam em um grande improviso, pois, do texto lembramos pouco, está em nosso íntimo, se nos esforçarmos conseguiremos lembrar as falas, do que realmente teríamos que fazer em cena, contudo, no emaranhado da vida deixamos o roteiro original de lado e criamos outro mediante aos acontecimentos e assim nossa peça vai acontecendo se unindo a outras personagens.
Misturam-se várias histórias, vários contextos e precisamos estar preparados para todo o desenrolar da peça da vida da qual passamos a ser co-autores porque criamos muitas situações desnecessárias outras nem tanto.
Agora se estamos seguindo o roteiro preestabelecido, isso cada um terá que consultar sua consciência, sentir seu eu quando fora de cena e analisar se todas as cenas em que participamos estamos fazendo a coisa certa.
Nossa personagem continua com o rumo que teria que ter?
Mudamos a nossa história?
Qual caminho ainda precisamos seguir até o final da peça?
Nossos improvisos estragaram o espetáculo ou melhoraram?
Quais cenas devemos escrever daqui para frente?
É, não é fácil fazer teatro, o da vida então é bem complicado, mas é divertido, se não que graça teria tudo certinho, sem precisar pensar como fazer, o que dizer, como sair da situação delicada, se soubéssemos tudo antes perderia toda graça da história.
O elemento surpresa dentro da peça é fundamental para atrair o público, deixá-lo de queixo caído, querendo mais. O mesmo na vida, ela sempre nos dá uma surpresa que nos tira do movimento por um momento, mas logo retornamos a cena para continuar nossa personagem e mais a surpresa, cada dia é assim uma nova cena se apresenta na peça, nem tudo é preestabelecido, muitas cenas acontecem no momento do show da vida, e é assim que aprendemos a viver, a ser, a entender todo processo dessa louca aventura que é representar a nós mesmos no palco da Terra!!!

Galera neste sábado no Sepej a Cia. de Artes Monteiro Lobato apresenta “Rascunhos” a peça 4 em 1!!! Às 20 horas, censura livre, ingressos, R$ 5,00 ou algum produto de higiene, compareçam!!!! Entrem no site
www.sepej.org.com e vejam como chegar!!!!!

Mandem seus textos para a coluna de quinta, enviem suas fotos e peçam seus vídeos. Se quiserem conhecer nossa Cia mandem email com nome completo, idade (acima de 16) e fone para contato. Nossos ensaios ocorrem aos domingos pela manhã!!!

Galera como está a sua atuação???


Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!
Maria Creuza será Ceci em "As Notas" uma vó que perde a noção das coisas. Mas será que é verdade ou ela finge sua loucura?? Depois de uma cartomante trambiqueira, uma vó que mente??? Maria Creuza e suas personagens...
Fabiana será Isa em "As Notas" a mãe megera e muito materialista, só o poder importa, Fabiana já tá na personagem olha a cara de poder, pode? Não Pode!!!!!

Janaína será Tia Isaura, a mais feliz da família, será? E Jeferson será o maestro Ênio Antunes, um grande músico que acaba perdendo sua carreira, por que?

O diretor e ator, eu (Mário) serei Kaio em "As Notas" neto de Ceci e irmão de Karin, uma família com muitos problemas e segredos!!!!



"Vídeo Arte" - Rouge - "Um Anjo Veio Me Falar" - Será que os anjos nos falam algo?? O que? Um pedido de nossa amiga Letícia.


terça-feira, 15 de setembro de 2009

O ESPÍRITO - INFINITAS MORADIAS!!!!

Hoje galera não há dúvidas, sendo assim colocarei aqui uma passagem do Evangelho Segundo o Espiritismo sobre as moradas de nosso Pai!

Capítulo 03 – Há muitas moradas na casa de meu Pai.

1 – Não se turbe o vosso coração. Crede em Deus, crede também em mim. – Há muitas moradas na casa de meu Pai. Se assim não fosse, eu vo-lo teria dito; pois vou preparar-vos o lugar. E depois que me for, e vos aparelhar o lugar, virei outra vez e tomar-vos-ei para mim, para que lá onde estiver, estejais vós também. (João, XIV: 1/3).

2 – Diferentes estados da alma na erraticidade .*
A casa do Pai é o universo. As diferentes moradas são os mundos que circulam no espaço infinito, oferecendo aos espíritos desencarnados estações ao seu adiantamento.
Independentemente da diversidade dos mundos, essas palavras podem também ser interpretadas pelo estado feliz ou infeliz dos espíritos na erraticidade. Conforme for ele mais ou menos puro e liberto das atrações materiais, o meio em que estiver, o aspecto das coisas, as sensações que experimentar, as percepções que possuir, tudo isso varia ao infinito. Enquanto uns, por exemplo, não podem afastar-se do meio em que viveram, outros se elevam e percorrem o espaço e os mundos. Enquanto certos espíritos culpados erram nas trevas, os felizes gozam de uma luz resplandecente e do sublime espetáculo do infinito. Enquanto, enfim, o malvado, cheio de remorsos e pesares, frequentemente só, sem consolações, separado dos objetos da sua afeição, geme sob a opressão dos sofrimentos morais, o justo, junto aos que ama, goza de uma indizível felicidade. Essas também são, portanto, diferentes moradas, embora não localizadas nem circunscritas.

*Erraticidade significa o estado do espírito ainda com necessidade de reencarnar seja na Terra ou em outro planeta. Ele fica no plano espiritual com seus afins, sejam bons ou maus, pode estudar, trabalhar, ou ficar perambulando confuso, agitado, até que chegue o momento de uma nova vida.

Muitas moradas são todos os planetas que Deus criou e cria incessantemente para onde poderemos renascer se for de alguma utilidade para nossos espíritos. Todo planeta no universo é habitado, tem sua população e cada planeta e respectivo povo no mesmo grau de evolução, adiantado ou atrasado, nós poderemos reencarnar em vários mundos se assim for necessário.
Cada mundo tem suas particularidades, seus fluidos, o espírito vai se adaptar ao seu novo mundo com todo amparo da espiritualidade maior.
Os cientistas têm um pensamento muito pequeno com relação a isso porque eles se prendem a Terra, para eles não pode haver vida em outros planetas porque não há água, não há oxigênio e outras particularidades.
Contudo os espíritos que estão reencarnados em outros mundos podem muito bem viver sem oxigênio porque respiram um outro ar, não precisam de água para vida, pode e há um outro elemento com certeza, há mil possibilidades de se viver em outro mundo completamente diferente do nosso, para isso o novo corpo do espírito terá todas as condições de viver onde seja necessário a alma, sem dilemas, sem transtornos, tudo de acordo com as leis de Deus.
Não se pode ser tão egoísta e achar que todos esses planetas criados são somente para enfeitar o universo e nosso céu, todos tem vida, todos tem espíritos encarnados de acordo com a natureza de cada mundo.
E se ainda não estamos encarnados podemos ficar no plano espiritual em colônias, hospitais ou prontos socorros que estão construídos no espaço. Ou ainda estar em lugares mais difíceis, pântanos, vales escuros, isso dependerá da nossa condição de espíritos, bons ou não, com quem nos afinamos, nossas tendências, desejos fazem com que fiquemos na morada em que mais nos comprazemos.
Pelo menos uma coisa é certa encarnados ou desencarnados sempre vamos ter um lugar para ficar mediante ao nosso grau de evolução espiritual, sem casa não ficamos... O problema poderá ser o tipo de morada que vamos estar e escolher pode haver um grande sol sobre nós ou uma grande escuridão sobre nossas cabeças, façamos nossa parte da melhor forma possível para que possamos ter uma boa moradia, depende totalmente de nós!!!

Isso aí galera mandem seus textos para a coluna de quinta, enviem suas fotos, peçam seus vídeos. Se alguém estiver interessado em conhecer nossa Cia mandem email com nome completo, idade (acima de 16 anos), e fone para contato. Ensaiamos todos os domingos pela manhã!!!!

Galera onde vamos morar???


Álbum Cia. de Artes Monteiro Lobato!!!!
Ensaio de "Rascunhos", Bolota só esperando o momento de entrar para pegar a chaveirinho.
Eu e Patrícia como irmãos em "As Notas". Kaio e Karin com K mesmo!!!! Aguardem mais notícias!!!

O diretor ator em cena em seu novo papel em "As Notas"! Nossa que mistura no mesmo dia fizemos as duas peças!!!! Que nó na cabeça!!!!

Patrícia a espera da sua parte: Nossa que demora, tô com uma fome...



"Vídeo Arte" - All Saints - "Never Ever" - Jamais, nunca, de maneira alguma... Quantas vezes falamos jamais e quando vemos estamos fazendo de novo...